G1 Mundo

Cruzeiro retido em Barcelona por problemas com documentação de bolivianos é liberado e passageiros comemoram retomada após 2 dias; vídeo

today4 de abril de 2024 10

Fundo
share close

O navio de cruzeiro que ficou retido por cerca de dois dias no porto de Barcelona, na Espanha, voltou a navegar rumo a Veneza, na Itália, ponto final do passeio, nesta quinta-feira (4). A informação foi dada ao g1 por passageiros brasileiros que estão a bordo do navio. A retomada do trajeto foi motivo de comemoração dos passageiros (veja acima).

Segundo uma das passageiras, Paula Galdino, que mora em Sorocaba (SP), o navio zarpou do porto por volta das 8h (horário de Brasília) desta quinta-feira.

Com 1.500 passageiros a bordo, a embarcação atracou no porto de Barcelona na manhã de terça-feira (2) e ficou retida, por dois dias, pela polícia espanhola depois que autoridades locais identificaram que um grupo com 69 bolivianos a bordo tentava desembarcar em países europeus sem documentação regular.



Todos os passageiros foram impedidos de descer do navio e só foram autorizados na manhã de quarta-feira (3). A MSC Cruzeiros, companhia responsável pela viagem, confirmou a situação com os bolivianos ao g1.

“No momento, estamos trabalhando junto com as autoridades espanholas para gerenciar uma situação envolvendo hóspedes da Bolívia, que viajavam com documentação inválida para o desembarque na Europa.”

Segundo Caroline Moraes, também moradora de Sorocaba, na quarta-feira os passageiros foram informados que a viagem seria cancelada e que o navio não poderia sair do local antes da polícia liberar. Porém, na manhã desta quinta-feira, a passageira disse que a companhia informou sobre a retomada da viagem, com algumas mudanças.

Segundo Caroline, viaturas da polícia espanhola cercaram o navio para impedir que passageiros deixassem o local na terça-feira (2) — Foto: Caroline Moraes/Reprodução

O comunicado entregue aos passageiros informa que o navio vai navegar com destino a Veneza e deve chegar à cidade no dia 8 de abril, conforme a programação original do passeio.

Os passageiros comemoraram quando o navio voltou a navegar (assista acima).

A assessoria da MSC Cruzeiros no Brasil informou que tenta contato com a companhia europeia para confirmar a situação e que não foi informada sobre a retomada da viagem.

Segundo o jornal espanhol El Periodico, os 69 passageiros bolivianos não possuíam visto válido para entrar em território europeu. O jornal divulgou que o grupo boliviano foi liberado para fazer os trâmites legais para retornar ao país de origem.

Ao g1, o Ministério das Relações Exteriores do Brasil em Barcelona disse que acompanha o caso e presta assistência consular cabível aos passageiros brasileiros.

Passageiros se reuniram em recepção do navio para pedirem informações sobre a viagem — Foto: Arquivo Pessoal

VÍDEOS: confira as reportagens da TV TEM




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

por-que-taiwan-e-tao-importante-no-mercado-de-chips-e-como-uma-interrupcao-na-producao-poderia-afetar-o-mundo

G1 Mundo

Por que Taiwan é tão importante no mercado de chips e como uma interrupção na produção poderia afetar o mundo

Mas o tremor levantou a preocupação sobre como um desastre natural poderia desestabilizar o fornecimento desses componentes e causar um baque ainda maior do que a recente "crise dos chips", que atingiu a indústria entre 2020 e 2023 e freou até a produção de carros. ⚡Afinal, o que é um chip? É um componente muito pequeno, feito de material semicondutor, principalmente o silício (encontrado na areia). O chip contém um […]

today4 de abril de 2024 6

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%