G1 Mundo

Daniel Alves deu três versões diferentes após ser acusado de agressão sexual

today22 de janeiro de 2023 14

Fundo
share close

Preso preventivamente desde sexta-feira (20), sem direto à fiança, o lateral nega qualquer tipo de crime, mas apresentou versões diferentes sobre o ocorrido quando questionado em menos de 45 minutos de interrogatório.

Segundo o jornal “El País” e a TV3, Daniel Alves mudou a sua versão durante as seguintes situações:

  1. Primeiro, Alves tinha negado a relação sexual e qualquer encontro com a jovem. Ele afirmou isso num vídeo enviado ao canal espanhol “Antena 3” há duas semanas, quando as acusações se tornaram públicas;
  2. Depois, em depoimento à juíza que investiga o caso, ele teria dito que estava no banheiro da boate de luxo “Sutton” quando a mulher entrou, mas que não teve contato algum com ela e que ficou parado, sem saber o que fazer;
  3. Por fim, admitiu que fez sexo com a suposta vítima, mas garantiu que as relações foram consensuais. De acordo com o “El País”, que ouviu fontes da Justiça espanhola, Alves disse ainda que a mulher se lançou em direção a ele no banheiro para fazer sexo oral. Além disso, acrescentou que ele não tinha dito nada até então sobre isso para “protegê-la”.

O jogador brasileiro Daniel Alves durante partida Torneio Apertura do Campeonato Mexicano no dia 4 de setembro de 2022 — Foto: Ulises Ruiz/AFP



Essas contradições e o fato do lateral não ter um endereço conhecido na Espanha, bem como o Brasil não ter um acordo de extradição com o país, teriam motivado a prisão de Daniel Alves.

Além disso, a acusação afirmou que, por causa do seu patrimônio, o jogador poderia até alugar ou comprar um avião particular e sair da Espanha sem ter que mostrar o seu passaporte.

Na última sexta, o jornal catalão “La Vanguardia” revelou que a suposta vítima também prestou um depoimento. De acordo com o jornal, diferente do que alega Alves, ela disse ter sofrido estupro.

De acordo com a juíza responsável pelo caso, a vítima abriu mão do direito a ser indenizada pelas lesões e danos morais sofridos, porque espera que seja feita justiça e que o atleta pague com prisão pelo ocorrido.

Além disso, ainda segundo a imprensa espanhola, no depoimento na última sexta, a mulher conta como aconteceu a suposta agressão:

  • A denunciante disse que, por volta das 2h da manhã, foi com duas amigas à boate ‘Sutton’ e foi convidada por amigos para entrar na área VIP;
  • Lá estava o jogador, que teria inicialmente paquerado de forma inconveniente a suposta vítima e outras mulheres;
  • Por volta de 4h da manhã, ela foi até o banheiro e o jogador foi atrás dela;
  • A mulher disse que ele falava coisas em português que não conseguia entender;
  • A vítima disse que Alves agarrou com força a mão dela e a colocou sobre seu pênis;
  • Após isso, ela tentou sair de lá, mas foi impedida pelo jogador;
  • Alves teria sentado em um vaso sanitário e a obrigado a sentar em seu colo;
  • Ao resistir, ele a teria jogado no chão e a forçado a fazer sexo oral nele;
  • Como ela reagiu novamente, Alves bateu nela, a levantou do chão e a penetrou com força até ejacular;
  • Depois, o jogador teria dito para ela ficar ali, que ele iria sair primeiro do banheiro.

Entenda prisão de Daniel Alves por suposta agressão sexual na Espanha

Entenda prisão de Daniel Alves por suposta agressão sexual na Espanha

O jornal espanhol “El Periódico” noticiou que, segundo fontes, imagens de câmeras de segurança comprovam que Daniel Alves permaneceu por 15 minutos dentro do banheiro com a suposta vítima, contrariando a versão inicial do jogador.

A reportagem do jornal “El País” diz que, segundo o relato, o estupro foi muito violento e durou cerca de 15 minutos.

No banheiro foram encontrados restos de sêmen, segundo o “El Periódico”. O relatório médico alega que a vítima tinha marcas de violência compatíveis com estupro.

Após o suposto crime, a mulher se queixou com funcionários da boate, que chamaram a polícia. Quando os policiais chegaram ao local, o brasileiro já havia ido embora, de acordo com a denúncia.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

versiculos-sobre-homossexualidade

Gospel Prime

Versículos sobre homossexualidade

A Palavra de Deus condena a prática da homossexualidade. A Bíblia diz claramente que isso é pecado e que não agrada a Deus. Em diversas passagens bíblicas podemos ver claramente que essa é uma prática que não condiz com a vida cristã. Além disso, a Bíblia ensina que Deus não cria uma pessoa com desejos homossexuais, mas que isso acontece por causa do pecado e também pela vontade da pessoa. […]

today22 de janeiro de 2023 13

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%