G1 Santos

Dor, lágrimas e gratidão por Pelé ser brasileiro: fãs celebram a vida do Rei e a oportunidade de viver a história

today3 de janeiro de 2023 75

Fundo
share close

Dor, lágrimas e gratidão por Pelé ser brasileiro. Estes foram alguns dos sentimentos observados nos rostos de fãs e admiradores do Rei durante o cortejo do corpo, em carro aberto, pelas ruas de Santos, no litoral de SP, na manhã desta terça-feira (3). Enquanto o Atleta do Século era saudado, milhares de pessoas se aglomeravam para chegar mais perto da lenda e prestar uma última homenagem.

O marinheiro aposentado, Luiz Carlos Gonçalves, de 72 anos, é morador da vizinha Guarujá e esteve em Santos com a família para acompanhar o cortejo do corpo de Pelé. “A minha família tinha que reconhecer e admirar o Pelé. Eles tinham que ver a passagem dele pela última vez. Vai ficar para sempre na vida de todos eles [familiares]”, disse.

Luiz contou, ainda, ter tido a oportunidade de ver o Pelé jogar uma vez pelo Santos, um momento que nunca esquecerá. “Foi difícil esconder as lágrimas, vou guardar para vida. Eu não imagina tanta gente. Foi emocionante, o coração não aguentou”, contou.



Luiz Carlos Gonçalves, 72 anos, trouxe a família de Guarujá para ver a passagem do cortejo do Rei — Foto: Daniela Rucio

Milhares de fãs se despedem de Pelé durante cortejo pelas ruas de Santos — Foto: Daniela Rucio

Ricardo Teixeira, de 59 anos, de disse emocionado por ter vivido um momento histórico. “A gente sabe o que ele significou para o nosso país. Ele levou o nome de Santos e do Brasil para todos os lugares. Ele alcançou o mundo através da raça e do esporte.

Ainda segundo Ricardo, a felicidade vai além do amor pelo futebol. “Estou muito feliz e me sinto privilegiado de participar dessa outra parte da história. Trouxe minha filha, de 29 anos, e a minha esposa, de 59, para elas acompanharem essa parte das homenagens” disse.

Ricardo Teixeira, de 59 anos, disse que esse momento é histórico para todos. — Foto: Daniela Rucio

O caixão com o corpo de Edson Arantes do Nascimento saiu da Vila Belmiro, passou pelo Canal 2, seguiu pela avenida da praia até o Canal 6, onde mora a irmã Maria Lúcia com a mãe do ex-jogador, Celeste Arantes do Nascimento, que completou 100 anos.

O local foi o ponto alto das homenagens. O público, que estava na rua, se concentrou em torno do carro e a todo momento cantaram a música dos mil gols. Os torcedores do Santos cantaram o hino do clube, enquanto nos prédios, os moradores aplaudiam o Rei com bandeiras nas janelas.

Emoção toma conta das ruas de Santos, no litoral de SP, durante o cortejo de despedida ao Rei Pelé — Foto: Matheus Tagé/g1

O conferente Everton Santos, 56 anos, estava na orla da praia esperando pela passagem do corpo do Rei. Ele também considerou ter vivido um momento histórico. “Ele é único. Ele fez o nome do Santos e não tem ninguém acima dele. Eu tive o prazer de ver ele jogar na Vila quando tinha 7 anos. Esse momento é único”. disse.

Depois de passar pelo Canal 6, o cortejo do Rei fez o caminho contrário, até o local em que Pelé será sepultado, na Memorial Necrópole Ecumênica, no bairro Marapé, em Santos.

O conferente Everton Santos, 56 anos, estava na praia em frente ao Canal 6 aguardando o cortejo. — Foto: Daniela Rucio

O corpo de Pelé chegou à Vila Belmiro, em Santos, por volta das 4h de segunda-feira (02) para o velório do Rei do Futebol, que faleceu no último dia 29 de dezembro. O traslado partiu do Hospital Israelita Albert Einsten por volta das 2h e foi escoltado pelo Corpo de Bombeiros e pela Polícia Militar.

O velório começou por volta das 10h e foi aberto ao público. A cerimônia durou cerca de 24 horas e o enterro foi na terça-feira (03). Segundo a Assessoria do Santos, cerca de 230 mil pessoas passaram pelo estádio.

Pelé morreu na quinta-feira (29), depois de um mês internado no Hospital Albert Einstein, na Capital. Ele tratava de um câncer no cólon.

O quadro sofreu agravamento no dia 21 de dezembro, quando o boletim médico indicava “progressão oncológica”, com necessidades de cuidados para as funções renais e cardíacas.

O velório do Rei do Futebol começou às 10h na última segunda-feira (2), na Vila Belmiro, e deverá ser encerrado na manhã desta terça. Em seguida, o corpo será sepultado em Santos após um cortejo.

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

o-que-vem-pela-frente-com-a-troca-de-governo?

Pleno News

O que vem pela frente com a troca de governo?

Marco Feliciano - 03/01/2023 16h18 Lula Foto: EFE/ Sebastiao Moreira Irmãos, muitos têm me perguntado: “O que vem pela frente com a troca de governo?”. Pelas circunstâncias das “ eleições” houve alternância no comando da Nação. E, apesar das novas diretrizes do governo, que tomou posse no primeiro dia do ano, apontarem para pautas à esquerda do espectro político – algumas conflitantes aos nossos costumes conservadores – asseguro que a […]

today3 de janeiro de 2023 67

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%