G1 Santos

Dupla é detida por comandar esquema de ‘disk drogas’ no litoral de SP; VÍDEO

today6 de fevereiro de 2024 6

Fundo
share close

Duas mulheres, de 19 e 23 anos, foram detidas suspeitas de traficar entorpecentes por meio de um ‘disk drogas‘, em Santos, no litoral de São Paulo. As imagens, obtidas pelo g1 nesta terça-feira (6), mostram como a dupla atuava (assista acima). Elas foram soltas e responderão pelo crime em liberdade.

De acordo com a Polícia Civil, elas vendiam haxixe e skunk. As vendas aconteciam por meio das redes sociais e grupos em aplicativos de mensagens. Na imagem, é possível ver o ‘cardápio’ de drogas oferecido pela dupla (veja abaixo).

Em entrevista à TV Tribuna, emissora afiliada da Globo, o delegado da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise), Leonardo Rivau, explicou que uma delas realizava as entregas das drogas. O vídeo acima, inclusive, mostra a suspeita entregando entorpecentes para dois homens.



A companheira dela, por sua vez, era responsável pela logística do tráfico de drogas em um apartamento no bairro Gonzaga. De acordo com o delegado, a suspeita também fazia a intermediação com as pessoas — ainda não identificadas — que forneciam os entorpecentes para elas.

Dupla traficava drogas por meio de redes sociais e aplicativos de mensagens — Foto: Polícia Civil/Divulgação

“As investigações vão continuar para identificar todos os demais suspeitos, bem como quem eram os responsáveis pelo abastecimento de drogas”, afirmou o delegado.

Após um mês de investigações, a Polícia Civil conseguiu um mandado de busca e apreensão. Os agentes entraram no apartamento da dupla e apreenderam 19 porções de skunk (98 gramas), quatro porções de haxixe (118 gramas), cadernos com anotações sobre a venda e aquisição das drogas, além do material utilizado na preparação dos ilícitos como plásticos filmes, balança de precisão e baldes.

O advogado Marcelo Cruz, responsável pela defesa da suspeita de 23 anos junto ao advogado Yuri Ramos Cruz, explicou ao g1 que a mulher foi solta após audiência de custódia, momento em que a acusada, que foi presa em flagrante, apresenta-se para o juiz.

Mulheres vendiam haxixe e skunk, drogas com alto teor de uma substância psicoativa, em Santos (SP) — Foto: Polícia Civil/Divulgação

“Nós juntamos uma série de documentos, dentre eles, que comprovam que ela tem uma filha de apenas três anos. A necessidade da presença dela para a criação da menina é imprescindível”, afirmou o advogado sobre a alegação da defesa.

Marcelo Cruz explicou que o Ministério Público (MP) entendeu a prisão como “desnecessária” e a Justiça acatou a manifestação. Ela responderá pelo crime em liberdade.

Conforme apurado pela equipe de reportagem, a suspeita de 19 anos também responderá em liberdade. O g1 tentou localizar a defesa dela, mas não a localizou até a última atualização.

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

guaruja-discute-politicas-para-garantia-de-direitos-da-populacao-lgbtqiapn+

Prefeitura de Guarujá

Guarujá discute políticas para garantia de direitos da população LGBTQIAPN+

Além do respeito ao nome social, Prefeitura, servidores e movimentos dialogaram sobre estratégias em assistência social Mais de 300 servidores mobilizados, 8 horas de reflexões e a importância de políticas públicas bem estruturadas. Assim a Prefeitura de Guarujá concluiu, com sucesso, a primeira capacitação ‘Olhar transformador no atendimento ao público LGBTQIAPN+’, na última semana. Os encontros contaram com o apoio da Defensoria Pública do Estado, Núcleo Especializado de Defesa da […]

today6 de fevereiro de 2024 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%