G1 Santos

Dupla mantém funcionários de imobiliária reféns por três horas e é detida ao tentar fugir por telhado

today7 de junho de 2024 4

Fundo
share close

Cinco pessoas foram roubadas e mantidas reféns durante três horas por dois homens armados em uma imobiliária em Praia Grande, no litoral de São Paulo. Conforme apurado pelo g1, a dupla fugiu pelo telhado, mas acabou presa em um salão de beleza perto do comércio onde cometeram o crime.

De acordo com o boletim de ocorrência, o Centro de Operações da Polícia Militar (Copom) foi acionado por volta das 21h44 de terça-feira (4). Um homem, de 21 anos, e quatro mulheres, de 20, 41, 48 e 47, estavam presos em uma sala da imobiliária, no bairro Canto do Forte, desde às 16h50.

As vítimas relataram aos policiais que os dois homens, de 30 e 40 anos, conseguiram entrar no estabelecimento após se passarem por clientes. Em seguida, anunciaram o roubo e ameaçaram os funcionários com uma arma de fogo e uma faca da própria imobiliária.



Ainda segundo os relatos, os homens obrigaram as vítimas a permanecerem em uma sala e realizarem transferências via Pix. Os criminosos roubaram dinheiro, relógios, anéis e colares.

Assim que a equipe da PM chegou na imobiliária, viu os homens fugindo pelos telhados. Em seguida, os criminosos entraram em um salão de beleza na Rua Rio de Janeiro, onde foram detidos após tentarem, mais uma vez, se passar por clientes.

A dupla estava em posse três correntes e seis anéis avaliados R$ 5.320, além de R$ 55 em dinheiro. As vítimas reconheceram os itens levados e homens como autores do crime.

Ambos foram levados à Central de Polícia Judiciaria (CPJ), onde souberam que o criminoso, de 30, já tinha uma mandado de prisão preventiva contra ele. O caso foi encaminhado ao 2º Distrito Policial (DP).

O g1 solicitou informações sobre qual crime o homem teria cometido e o valor das transferências via Pix à Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP), mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

espero-que-nao-tenhamos-em-breve-um-“arrozgate”

Pleno News

Espero que não tenhamos em breve um “arrozgate”

HomeOpiniãoMarco FelicianoEspero que não tenhamos em breve um “arrozgate” Empresa que arrematou grande parte do lote de importação é do Amapá, do ramo de queijos, e tem capital bem baixo Marco Feliciano - 07/06/2024 12h53 Arroz (Imagem ilustrativa) Foto: Freepik Após polêmica envolvendo os produtores de arroz do Rio Grande do Sul que alegam não haver necessidade de importação de arroz, pelo fato da safra deste ano já ter sido […]

today7 de junho de 2024 10

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%