G1 Mundo

Ebrahim Raisi, presidente do Irã que morreu em acidente de helicóptero, será enterrado nesta quinta em sua cidade natal

today23 de maio de 2024 7

Fundo
share close

Houve uma cerimônia fúnebre em Teerã na quarta-feira. Depois disso, o caixão vai inicialmente para a cidade de Birjand e, no fim desta quinta-feira, para Mashhad.

Raisi morreu aos 63 anos em queda de um helicóptero no domingo. A aeronave caiu numa região montanhosa do Irã em razão das más condições climáticas durante um voo que transportava o presidente e outras autoridades que voltavam da inauguração de uma represa na região da fronteira com o Azerbaijão.

A TV estatal mostrou Khamenei liderando as orações enquanto dezenas de milhares de pessoas em luto lotavam as ruas próximas da universidade .



Um morador de Teerã disse que muitas pessoas receberam uma mensagem de texto em seus telefones, convocando-as a “comparecer ao funeral do mártir do serviço”.

Os caixões de Raisi e das outras autoridades foram carregados acima das cabeças das pessoas enlutadas.

A votação de 28 de junho precisará galvanizar uma população que demonstrou pouco interesse na eleição de 2021, que levou Raisi à presidência. A maior autoridade do Irã é o líder supremo. O presidente supervisiona o governo no cotidiano.

Raisi morreu em um momento de agravamento das tensões entre a liderança clerical e a sociedade, deterioradas pelo aumento dos controles políticos e sociais e pela piora da economia.

Um número cada vez maior de eleitores tem evitado votar, um sinal preocupante para a liderança, que vê o comparecimento às urnas como um teste de credibilidade para a República Islâmica de 45 anos.

“O establishment não tem opções para garantir um alto comparecimento em um período tão curto”, disse uma ex-autoridade iraniana, que pediu para não ser identificada devido à sensibilidade do assunto.

Raisi adotou as políticas de linha dura de seu mentor, Khamenei, com o objetivo de consolidar o poder clerical, reprimir os oponentes e adotar uma linha dura em questões de política externa, como negociações com Washington sobre o programa nuclear iraniano.

Mais de 40 delegações estrangeiras de alto escalão nos níveis de chefe de Estado, ministros das Relações Exteriores e chefes de Parlamento participarão da cerimônia em Teerã esta quarta-feira, informou a agência de notícias semi-oficial iraniana Fars.

Milhares acompanham funeral de presidente no Irã

Milhares acompanham funeral de presidente no Irã




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

china-inicia-exercicios-militares-de-‘punicao’-a-taiwan,-que-despacha-forcas-de-defesa

G1 Mundo

China inicia exercícios militares de ‘punição’ a Taiwan, que despacha forças de defesa

O Comando do Teatro Oriental do Exército de Libertação Popular da China (PLA) disse que iniciou "exercícios militares conjuntos cercando a ilha de Taiwan" a partir das 7h45 de quinta-feira (20h45 de quarta, no horário de Brasília). "Esta também é uma forte punição para os atos separatistas das forças de independência de Taiwan e um severo aviso contra a interferência e provocação de forças externas", acrescentou o comando. Os exercícios […]

today23 de maio de 2024 8

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%