G1 Mundo

Em evento com Macron, Lula diz que Brasil está ao lado de ‘países que querem a paz’

today27 de março de 2024 16

Fundo
share close

Em discurso, Lula afirmou a Macron que o Brasil está investindo em submarinos com tecnologia nuclear não para “fazer guerra”, mas para trabalhar pela paz.

“Presidente Macron, volte para a França e diga aos franceses que o Brasil está querendo os conhecimentos da tecnologia nuclear não para fazer guerra. Nós queremos ter o conhecimento para garantir a todos os países que querem paz, que saibam que o Brasil estará ao lado de todos, porque a guerra não constrói, a guerra destrói”, declarou Lula.

“O que constrói é desenvolvimento, é conhecimento científico, é conhecimento tecnológico. É nessa área que nós queremos fortalecer nossa parceria com o povo francês”, completou o petista.



O presidente do Brasil disse ainda que o país precisa ter Forças Armadas “altamente qualificadas e preparadas” para garantir a paz quando necessário.

Em relação ao conflito na Europa, por exemplo, Lula afirmou que tanto a Rússia, governada por Vladimir Putin, quanto a Ucrânia, de Volodymyr Zelensky, têm responsabilidade sobre o conflito.

Os presidentes do Brasil, Lula, e da França, Macron, durante lançamento de submarino no Rio de Janeiro — Foto: Reprodução/Canal Gov

‘Animosidade’ contra democracias

Também no pronunciamento, Lula disse que há uma “animosidade” contra o processo democrático no Brasil e em outros países do mundo.

“Hoje, nós sabemos, existe um problema muito sério de animosidade contra o processo democrático deste país, contra o processo democrático do planeta Terra”, disse.

“E nós sabemos que a parceria que a França está construindo conosco é uma parceria que vai permitir que dois países importantes, cada um num continente, se prepare para que a gente possa conviver com essa diversidade sem se preocupar com qualquer tipo de guerra, porque nós somos defensores da paz em todo e em qualquer momento da nossa história”, afirmou Lula.

Também nesse trecho do discurso Lula não fez referência a nenhuma ameaça contra regimes democráticos no mundo.

No comunicado, a diplomacia brasileira afirma que não houve explicações sobre o impedimento da inscrição nas eleições de uma candidata que faz oposição a Nicolás Maduro.

Parceria entre França e Brasil

O submarino Tonelero foi fabricado no Programa de Desenvolvimento de Submarinos (ProSub), que faz parte da parceria estratégica Brasil-França, firmada em 2008. O projeto adapta e aprimora às necessidades da Marinha do Brasil as embarcações francesas da classe Scorpène.

O Tonelero é o terceiro submarino convencional com propulsão diesel-elétrica construído no Prosub. O programa de transferência de tecnologia entre os países pretende entregar 5 submarinos, sendo 4 convencionais e 1 nuclear, até 2033.

Atualmente, 2 submarinos desenvolvidos pelo Prosub já estão em operação: Humaitá e Riachuelo. O programa contempla ainda a construção do S-BR Angostura (S43) e do Submarino Convencionalmente Armado com Propulsão Nuclear (SCPN) Álvaro Alberto.

Em discurso, Emmanuel Macron disse estar “orgulhoso” da parceria naval entre França e Brasil.

“Fico, particularmente, feliz que vocês [brasileiros] tenham a honra do lançamento operacional deste magnífico instrumento de combate […]. Essa parceria representa para a França uma transferência inigualável de tecnologia. Jamais compartilhamos tanto do nosso conhecimento com o Brasil”, disse.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%