Prefeitura de Guarujá

Em Guarujá, mediador de leitura distribui livros em troca de um sorriso

today5 de dezembro de 2022 17

Fundo
share close

Fábio Rogério, de 59 anos, já distribuiu mais de 300 livros desde setembro; Ele recebe doações e, em troca de livros infantis, fornece pipa e linha para crianças que fazem a entrega

“Que a importância de uma coisa há que ser medida pelo encantamento que a coisa produza em nós”. A frase do poeta Manoel de Barros vai ao encontro do que acontece na Praia da Enseada, na altura do número 3.035, da Avenida Miguel Stefno desde setembro deste ano. Lá, Fábio Rogério, morador da Praia da Enseada, distribui livros de literatura para munícipes e turistas que frequentam a praia. Já foram mais de 300 livros doados.

Todo domingo de manhã, sobre uma prancha de surfe, são colocadas as unidades para distribuição. Fábio fica no calçadão, mas muitas vezes vai à areia disponibilizar conhecimento literário às pessoas. Em Guarujá, ele desenvolve o trabalho desde setembro. Morou por alguns anos em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, onde também realizava a mesma ação.

Fábio entende que quem mal lê, mal ouve, mal fala e mal vê, como dizia Monteiro Lobato. Em troca do conhecimento, ele só pede um sorriso: “Em uma noite de 2016, ainda em Campo Grande tive um sonho com uma placa que dizia isso: Dê um sorriso e ganhe um livro. Tinha acabado de ganhar 400 livros de um amigo. Mandei fazer a plaquinha e, no domingo seguinte, já estava em uma avenida local distribuindo”.

Por meio de um sonho, Fábio Rogério sentiu que ganhou uma nova missão. Afinal, segundo Mário Quintana, sonhar é acordar-se para dentro. O mediador de leitura, que morou em Guarujá dos anos 80 até 2010 – quando foi para Campo Grande – passou a entregar livros nas ruas e até montou uma prateleira literária no aeroporto internacional da cidade. Neste ano, ele retornou à Pérola do Atlântico, e trouxe na mala mais conhecimento para distribuir.



Todos os livros que ele entrega são frutos de doações. Não satisfeito com toda a sabedoria que coloca disponível aos frequentadores da Enseada, ainda dá pipas e linhas para crianças que doam um livro infantil em bom estado.

Para Fábio, assim como diz Paulo Freire, é preciso que a leitura seja um ato de amor. “Trocar livros por pipa surgiu da ideia de resgatar a essência bonita e pura que tínhamos antigamente na nossa infância. Um amigo meu tinha mais de 200 pipas em casa, falei da minha ideia e ele prontamente doou, além das pipas, 100 carretéis de linha”, destaca.

Somente na Enseada, foram mais de 300 livros distribuídos nos últimos dois meses. Mas durante sua trajetória, Fábio já distribuiu milhares. Em Guarujá, a receptividade não poderia ser outra. “Nunca tive caso de constrangimento ou negatividade. Quando falo que os livros são um presente, as pessoas nem acreditam, pois hoje em dia são poucos que fazem algo sem interesse algum por trás”, compartilha.

Com o verão batendo na porta, ele espera grande adesão à ação. Para falar sobre a importância da leitura, Fábio preferiu citar um poema de Castro Alves: “Bendito o que semeia livros. Livros à mão cheia. E manda o povo pensar. O livro caindo n’alma. É germe – que faz a palma. É chuva – que faz o mar”.

Como ajudar a ação

Quem quiser colaborar por meio da doação de livros, basta entrar em contato com Fábio pelo número (67) 99113-4585. Também é possível comparecer à Avenida Miguel Stefano, na altura 3.035 (esquina com a Rua Veraneio), onde a ação acontece todo domingo durante o período da manhã.




Todos os créditos desta notícia pertecem a Prefeitura de Guarujá.

Por: Evelyn

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

pat-de-sao-vicente-oferece-318-oportunidades-de-emprego

G1 Santos

PAT de São Vicente oferece 318 oportunidades de emprego

Maior número de vagas é para atendente de lojas e mercado. Sede do PAT no Centro de São Vicente, SP, é uma das que recebem inscrições — Foto: Cesar Morgado/Prefeitura de São Vicente/Divulgação O Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) de São Vicente, no litoral de São Paulo, oferece 318 novas oportunidades de emprego em diferentes segmentos profissionais nesta segunda-feira (5). O maior número de vagas é para atendente de […]

today5 de dezembro de 2022 13

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%