G1 Mundo

Em Haia, Israel chama acusações da África do Sul sobre genocídio em Gaza de ‘grosseiramente distorcidas’

today12 de janeiro de 2024 10

Fundo
share close

Na sessão desta sexta, advogados de Israel disseram que os ataques a Gaza são uma ação de autodefesa.

“Se houve atos de genocídio, eles foram perpetrados contra Israel. O Hamas busca o genocídio contra Israel”, disse ao tribunal o consultor jurídico do Ministério das Relações Exteriores de Israel, Tal Becker. “Israel está em uma guerra de defesa contra o Hamas, não contra o povo palestino. O componente chave do genocídio, a intenção de destruir um povo no todo ou em parte, está totalmente ausente”.

A Convenção das Nações Unidas para a Prevenção e a Repressão do Crime de Genocídio, da Organização das Nações Unidas (ONU), classifica genocídio como qualquer ação com a intenção de “cometida com a intenção de destruir, total ou parcialmente, um grupo nacional, étnico, racial ou religioso”.



Após as audiências desta semana, a Corte de Haia deve se pronunciar até no fim de janeiro sobre se Israel deve interromper temporariamente as ações militares em Gaza. Neste caso, caberá ao Conselho de Segurança da ONU determinar a aplicação da determinação.

Já uma decisão do tribunal sobre se Israel cometeu ou não genocídio pode demorar anos para ser feita.

No dia seguinte, a Embaixada de Israel em Brasília afirmou que o Brasil deve levar em consideração que, segundo a definição da ONU para o termo genocídio, o principal é a intenção, e Israel não tem intenção de matar palestinos não envolvidos no conflito, apesar de o Hamas usar cidadãos como escudos humanos.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

por-que-as-eleicoes-em-taiwan-sao-tao-importantes-para-o-mundo

G1 Mundo

Por que as eleições em Taiwan são tão importantes para o mundo

Tanto a China quanto os Estados Unidos estão acompanhando de perto as eleições taiwanesas. Os dois países mantêm interesses estratégicos vitais na ilha autogovernada. O resultado poderá trazer importantes consequências para a natureza das relações da ilha com a China – e, com isso, elevar as tensões na região, afetando toda a economia mundial. Mas por que a eleição em Taiwan é tão importante para o resto do mundo? A […]

today12 de janeiro de 2024 10

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%