G1 Mundo

Em meio à crise de segurança, primeiro-ministro do Haiti, Ariel Henry, renuncia ao cargo

today12 de março de 2024 10

Fundo
share close

O primeiro-ministro do Haiti, Ariel Henry, renunciou ao cargo na noite desta segunda-feira (11). Em um pronunciamento, Henry afirmou que deixará o poder assim que um conselho de transição for instaurado.

Horas antes do pronunciamento, a renúncia do primeiro-ministro haitiano já havia sido confirmada por Irfaan Ali, presidente da Guiana e atual líder da Comunidade do Caribe (Caricom), a qual o Haiti faz parte.

Além disso, autoridades dos Estados Unidos afirmaram que a decisão sobre a renuncia de Henry foi tomada na sexta-feira (8).



“Peço a todos os haitianos que mantenham a calma e façam tudo o que puderem para que a paz e a estabilidade voltem o mais rápido possível”, disse.

Segundo a Caricom, o conselho de transição haitiano será composto por dois observadores e sete membros com poder de voto, incluindo representantes do setor privado, da sociedade civil e da igreja.

No caso da nomeação do primeiro-ministro interino, o nome escolhido pelo conselho não poderá participar das próximas eleições do Haiti.

O presidente da Guiana afirmou que a Comunidade do Caribe e outras entidades internacionais se comprometeram em colaborar com a transição pacífica de poder no Haiti e a realização de eleições livres.

Líderes de gangues e parte da população queriam a saída de Henry e a realização de eleições gerais, que não acontecem há quase uma década. Por outro lado, o primeiro-ministro afirmava que ainda não era seguro realizar eleições.

Autoridades dos Estados Unidos afirmaram que Henry poderá continuar no território pelo tempo que for necessário e que o retorno dele ao Haiti depende de uma melhora na segurança do país.

O agravamento da situação no Haiti fez com que o Brasil pedisse com urgência a implementação de uma resolução do Conselho de Segurança da ONU para a criação da Missão Multinacional de Apoio à Segurança no Haiti.

VÍDEOS: mais assistidos do g1




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

‘foi-uma-sensacao-de-morte’,-diz-brasileiro-que-estava-em-voo-da-latam-que-perdeu-altitude:-‘em-um-piscar-de-olhos-cai-duas-cadeiras-pra-tras’

G1 Mundo

‘Foi uma sensação de morte’, diz brasileiro que estava em voo da Latam que perdeu altitude: ‘Em um piscar de olhos caí duas cadeiras pra trás’

"Foi uma sensação de morte", disse ao g1 de Auckland, na Nova Zelândia, de onde embarcaria nesta terça (12) rumo ao Chile. O voo LA800 fazia a rota entre Sydney e Santiago, com uma escala em Auckland, e levava 263 passageiros e nove tripulantes. Durante o trecho entre a Austrália e a Nova Zelândia, o Boeing 787 "despencou", disse Henrique, fazendo com que as pessoas fossem lançadas ao teto da […]

today12 de março de 2024 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%