G1 Mundo

Empresário paquistanês e filho estão em submarino que desapareceu em expedição para o Titanic

today20 de junho de 2023 36

Fundo
share close

O paquistanês foi identificado como Shahzada Dawood. Já o filho dele se chama Suleman. As idades deles não foram informadas.

“Agradecemos imensamente a preocupação demonstrada por nossos colegas e amigos e pedimos a todos que orem por sua segurança”, diz o comunicado da família.

Dawood é vice-presidente de um dos maiores conglomerados do Paquistão, a Engro Corporation, que tem investimentos em fertilizantes, fabricação de veículos, energia e tecnologia. Segundo a família do empresário, ele e o filho planejaram a viagem para visitar os restos do Titanic.



Submarino que leva turistas para ver o Titanic desaparece no Atlântico

Submarino que leva turistas para ver o Titanic desaparece no Atlântico

Ao todo, cinco passageiros estão no submarino, de acordo com as autoridades norte-americanas. Os nomes de outros dois tripulantes foram divulgados pela mídia. São eles:

  • Hamish Harding, bilionário presidente da Action Aviation. Ele publicou em uma rede social que estaria a bordo do submarino. Um enteado dele também confirmou que ele estava desaparecido.
  • Paul-Henry Nargeolet, ex-comandante da Marinha Francesa, que é considerado o maior especialista no naufrágio do Titanic. A informação foi divulgada pelo jornal “The Guardian”.

O submarino turístico que desapareceu é da empresa OceanGate, que faz expedições até os destroços do Titanic, que naufragou em 1912. Os restos do navio ficam a cerca de 600 km da costa do Canadá.

As guardas costeiras dos Estados Unidos e do Canadá fazem operações de busca e resgate. Os canadenses afirmaram que enviaram uma aeronave militar e um navio para auxiliar.

A viagem dura oito dias. Para descer até o local dos destroços, que fica a uma profundidade de 3.800 metros no Oceano Atlântico, o submersível leva cerca de 2,5 horas.

Submarino que leva turistas para ver o Titanic — Foto: Divulgação/OceanGate Expeditions

VÍDEOS: mais assistidos do g1




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

os-reflexos-globais-da-destruicao-de-barragem-na-ucrania

G1 Mundo

Os reflexos globais da destruição de barragem na Ucrânia

Por questões de segurança, o fazendeiro teve que deixar as áreas ocupadas pelos russos no ano passado, então ele não quer que seu nome verdadeiro apareça na mídia – isso pode colocar em risco seus pais, que ainda moram lá. A situação dele é parecida com a de muitos agricultores da região de Kherson, no sul da Ucrânia, que se encontra, em grande parte, ocupada pela Rússia desde o primeiro […]

today20 de junho de 2023 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%