G1 Mundo

Entenda como soldados de Israel mataram três israelenses que eram mantidos como reféns pelo Hamas na Faixa de Gaza

today30 de dezembro de 2023 11

Fundo
share close

As Forças Armadas de Israel publicaram uma conclusão sobre o caso na quinta-feira (28) e afirmaram que os homens agiram da melhor forma possível dada a compreensão deles sobre a situação.




Israel e Hamas negociam novo acordo para pausa nos combates em Gaza

Israel e Hamas negociam novo acordo para pausa nos combates em Gaza

Três pessoas que haviam sido sequestradas em território israelenses no dia 7 de outubro e levadas para a Faixa de Gaza pelo grupo terrorista Hamas foram mortas por soldados de seu próprio país no dia 15 de dezembro. Os soldados pensaram que os gritos de ajuda dos três reféns eram uma armadilha do Hamas.

Os militares não culparam os soldados que mataram reféns de seu próprio país. As Forças Armadas de Israel publicaram uma conclusão sobre o caso na quinta-feira (28) e afirmaram que os homens agiram da melhor forma possível dada a compreensão deles sobre a situação.

Os militares assumiram a culpa pela morte dos três reféns imediatamente.

Os soldados israelenses estavam trocando fogo com palestinos em prédios de uma região da Cidade de Gaza. Os três reféns se aproximaram dos soldados, que pensavam que naquela área não havia israelenses sequestrados, pois era isso que os serviços de inteligência israelenses diziam.

Os reféns haviam tirado as camisas, e um deles estava acenando com uma bandeira branca. Os soldados acharam que os gritos de ajuda eram parte de uma tática para atrair as tropas para uma cilada e dispararam.

Os três só foram identificados como reféns quando os corpos foram examinados.

Soldado israelense na Faixa de Gaza — Foto: Forças de Defesa de Israel/Reuters

Pressão para que governo negocie com o Hamas

O governo de Israel tem sido pressionado a negociar com o Hamas para que os reféns que ainda estão sob controle do grupo terrorista sejam libertados. Mais de 100 pessoas sequestradas ainda estão na Faixa de Gaza.

Em novembro, como parte de uma negociação, o Hamas libertou 110 pessoas em troca da soltura de palestinos que estavam presos em Israel.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

entenda-como-trump-pode-ficar-de-fora-das-eleicoes-para-presidente-em-alguns-estados-dos-eua

G1 Mundo

Entenda como Trump pode ficar de fora das eleições para presidente em alguns estados dos EUA

O processo das eleições nos EUA tem suas particularidades, e uma delas é que os estados têm muita autonomia para tomar decisões sobre as regras eleitorais de cada local. Recentemente, os estados do Colorado e Maine decidiram que Trump não pode concorrer à presidência. Isso significa que, se essas decisões forem mantidas, os eleitores desses dois estados não terão a opção de votar no político, mas nos outros estados ele […]

today30 de dezembro de 2023 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%