G1 Mundo

Entenda quem assume o trono britânico caso rei Charles III, diagnosticado com câncer, precise ser afastado para tratar doença

today9 de fevereiro de 2024 7

Fundo
share close

O câncer foi descoberto após o rei passar por uma internação hospitalar recente para tratar de um crescimento na próstata. Os médicos identificaram um outro problema, descrito como um tipo de câncer — que não é de próstata, segundo uma fonte da agência de notícias Reuters.

De acordo com a nota do palácio, o rei Charles III já começou o tratamento contra o câncer. Os médicos recomendaram que ele adie algumas atividades públicas, mas o rei deve seguir com trabalho “de escritório” e obrigações de Estado (ele vai manter os encontros semanais com o primeiro-ministro, por exemplo).

Mas, caso Charles III precise ser afastado de suas atividades reais, quem assume no seu lugar?



Se o rei precisar ser afastado, há uma previsão do que deve acontecer. Segundo a rede britânica BBC, na Constituição do Reino Unido está determinado que, quando o chefe de Estado não tiver condição de cumprir suas obrigações oficiais, um conselho de Estado deve ser nomeado para ocupar o lugar do rei.

Hoje, esse conselho tem os seguintes membros:

  • Rainha Camilla (mulher de Charles).
  • Príncipe William (filho mais velho).
  • Princesa Anne (irmã).
  • Príncipe Edward (irmão).

Os príncipes Harry e Andrew não podem mais ser convocados, porque agora eles são da realeza, mas não podem trabalhar em funções reais.

O rei Charles III acena para o público ao deixar o London Clinic, hospital no qual foi submetido a uma cirurgia para corrigir um aumento de próstata, em Londres, em 29 de janeiro de 2024. — Foto: Hannah McKay/ Reuters

É importante notar que a ordem de familiares para constituir o conselho que assumiria o trono interinamente não segue a ordem de sucessão em caso de morte.

A rainha Elizabeth II morreu em setembro de 2022, e Charles assumiu o trono com o título de Charles III.

O primeiro da linha de sucessão após ele é seu filho mais velho, o príncipe William. Os filhos de William estão na fila depois do pai: George, Charlotte e Louis. (Veja abaixo infográfico da linha sucessória)

Linha de sucessão ao trono britânico — Foto: g1, Washington Post

Rei Charles III ‘totalmente confiante’ com tratamento

O rei está “totalmente confiante” em relação ao tratamento e quer voltar às suas funções públicas assim que possível, disse o palácio.

O rei Charles III decidiu tornar o diagnóstico público para evitar especulações e para que isso melhore a compreensão pública do que é ser afetado pelo câncer. A divulgação de uma doença é uma quebra de tradição da família real britânica. De acordo com a agência de notícias Associated Press, durante séculos a realeza do país evitou falar sobre questões de saúde.

O primeiro-ministro do país, Rishi Sunak, publicou uma nota na qual afirma que deseja que o rei tenha uma recuperação rápida e plena. “Não tenho dúvida de que ele estará de volta em pouco tempo e que todo o país deseja que ele fique bem”, afirmou.

Joe Biden, o presidente dos Estados Unidos, afirmou que ficou preocupado com a notícia e que vai ligar para Charles.

Imagem do rei Charles III divulgada com a nota sobre o diagnóstico de câncer, em 5 de fevereiro de 2024 — Foto: Reprodução/twitter.com/RoyalFamily

No dia 26 de janeiro, a rainha Camilla disse que o rei estava “bem” após dar entrada no hospital London Clinic para realizar uma cirurgia de próstata.

Segundo uma nota do Palácio de Buckingham daquele dia, foi um “procedimento de correção” para tratar um aumento da próstata.

“Sua majestade gostaria de agradecer a todos que enviaram suas boas energias ao longo da última semana e está encantado ao saber que seu diagnóstico está tendo um impacto positivo na conscientização sobre a saúde pública”, afirmou o Palácio de Buckingham no comunicado de 26 de janeiro.

Na ocasião, ele ficou três noites no hospital para o tratamento.

No último domingo (4) ele participou de uma cerimônia religiosa em Sandringham, onde a família real tem um palácio.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

3-fatores-que-explicam-por-que-incendios-no-chile-causaram-tanta-destruicao

G1 Mundo

3 fatores que explicam por que incêndios no Chile causaram tanta destruição

As imagens são devastadoras. Centenas de pessoas perderam suas casas e agora tentam recuperar alguns de seus pertences dos escombros. As autoridades garantiram que existem provas de que alguns dos focos foram acesos intencionalmente. O próprio presidente, Gabriel Boric, pediu que sejam investigadas "todas as informações" sobre a origem dos incêndios. "É difícil pensar que possa haver pessoas tão miseráveis ​​e sem coração, capazes de causar tanta morte e dor", […]

today9 de fevereiro de 2024 11

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%