Gospel Prime

Escócia pode “criminalizar cristãos inocentes”, dizem líderes

today6 de abril de 2023 14

Fundo
share close

Uma coalizão de líderes eclesiásticos escreveu uma carta ao governo escocês exortando-o a repensar planos para proibir “práticas de conversão”. Eles advertem que a linguagem proposta é tão ampla que corre o risco de criminalizar “cristãos inocentes por ensinar o que os cristãos sempre ensinaram”.

Nesse sentido, a carta a Ministro da Igualdade, Emma Roddick, que foi assinada por 20 líderes da igreja, diz que proibir o ensino da perspectiva cristã de sexualidade e identidade de gênero seria “profundamente repressivo” e uma violação da liberdade religiosa.

Segundo Christian Today, o governo escocês prometeu apresentar um projeto de lei até o final do ano e uma consulta é esperada em um futuro próximo. Os líderes observam  que o governo escocês estaria profundamente equivocado ao confundir os ensinamentos cristãos ortodoxos sobre sexualidade e gênero com abuso.

“Entretanto, uma proibição da ‘terapia de conversão’ iria muito além da proibição do abuso e da coerção; em vez disso, criminalizaria os cristãos comuns e os líderes da igreja por expressarem crenças ortodoxas”, diz a carta.

Além disso, eles afirmam que o processo de tornar-se cristão, através do arrependimento, é geralmente descrito como ‘conversão’. Ao utilizar esta linguagem cristã de ‘conversão’, portanto, a legislação proposta atinge um princípio central do próprio cristianismo.



“Isto significa que será muito difícil evitar a criminalização do trabalho comum e do testemunho das igrejas. De fato, para alguns dos que pedem uma proibição, este parece ser o propósito expresso”, continuou.

Por fim, a carta também levanta sérias preocupações sobre as recomendações do “Grupo Consultivo de Especialistas sobre o Fim das Práticas de Conversão” do governo escocês, que recomentou a retirada dos direitos parentais de pais que se envolvam em práticas de conversão. Eles afirmam que a liberdade de religião não é um direito absoluto.

“A apresentação, como uma lei para proteção LGBT contra abusos, é desonesta; todos esses abusos e coerção já são, com toda razão, ilegais. Estas propostas que são abusivas para com pessoas comuns, incluindo pais amorosos que protegem seus filhos, criminalizando simplesmente falar e orar por eles, ou ousar discordar da ideologia LGBT”, disse o Rev Dr William Philip, um dos signatários. 




Todos os créditos desta notícia pertecem a Gospel Prime.

Por: Redacao

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

canil-municipal-participa-de-campanha de-adocao-neste-sabado-(8)

Prefeitura de Guarujá

Canil Municipal participa de campanha de adoção neste sábado (8)

O Canil Municipal da Prefeitura de Guarujá participa da campanha de adoção de pets neste sábado (8), a partir das 14 horas, em parceria com a Organização Não Governamental (ONG) Ascesa. A ação acontece na Praça 14 Bis, na Vila Alice, em Vicente de Carvalho. O Canil está sob gestão da Superintendência de Bem-Estar Animal da Secretaria Municipal de Saúde. Além da opção de adotar um animal, ainda conta com […]

today6 de abril de 2023 43

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%