G1 Santos

Escola de Santos é invadida pela maré alta e alunos ficam isolados em pátio; VÍDEO

today14 de junho de 2022 104

Fundo
share close

Nas imagens é possível ver a água nos corredores, e as salas de aula com folhas e sujeira.



Escola de Santos enche com a maré alta e alunos ficam isolados em pátio alagado

Escola de Santos enche com a maré alta e alunos ficam isolados em pátio alagado

A escola estadual Benevenuto Madureira, em Santos, no litoral de São Paulo, ficou alagada por conta da maré alta na última segunda-feira (13) e os alunos tiveram que passar o intervalo em um pátio isolados. Segundo os estudantes, a diretoria não os liberou, mesmo com os corredores alagados e as salas sujas.

Um vídeo obtido pelo g1 (confira acima) mostra a escola com pontos de alagamento tanto nos corredores, quanto em salas de aula. Segundo o autor das imagens, que preferiu não se identificar, durante o intervalo, que começou por volta de 16h, os alunos do Ensino Fundamental foram reunidos no pátio alagado. “A maré já estava subindo no corredor, colocaram os alunos no pátio e fecharam a porta”, disse.

Escola de Santos, no litoral de SP, enche com a maré alta e alunos ficam isolados em pátio alagado na última segunda-feira (13). — Foto: Reprodução

Em determinado momento, o vídeo registra o estado de um pátio externo da escola, que também está completamente alagado.

Segundo o autor do vídeo, os estudantes ficaram das 15h15 às 18h20 reunidos no pátio alagado. “Não é justo o aluno ficar dentro da escola com tudo cheio, os alunos vão sair de lá e já vai estar escuro. Correm o risco até de cair em um bueiro ou em um buraco”.

Nas imagens, é possível ver a água nos corredores da escola estadual Benevenuto Madureira, em Santos, (SP). — Foto: Reprodução

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP) informou que os alunos da unidade que estavam no período ficaram no pátio da escola sem correr nenhum risco e que o episódio não foi um problema pontual da escola.

Ainda segundo a pasta, a situação já foi normalizada e o ensino não foi prejudicado. A secretaria informa que a Escola Estadual Benevenuto Madureira possui plenas condições estruturais e não oferece riscos.

A secretaria alegou, também, que não há histórico de alagamento crônico nas dependências da unidade e que o local não sofreu danos devido ao alagamento causado pela alta da maré. “Há, inclusive, obras de AVCB e telhado em andamento, com investimento de R$ 1.036.902,91. A Diretoria de Ensino de Santos e a Seduc-SP se colocam à disposição da comunidade escolar”, consta na nota.

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias

Newsletter G1 Created with Sketch.

O que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.

Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita.

Obrigado!

Você acaba de se inscrever na newsletter Resumo do dia.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

as-tentativas-de-se-legalizar-o-aborto,-assassinato-de-criancas

Pleno News

As tentativas de se legalizar o aborto, assassinato de crianças

Marco Feliciano - 14/06/2022 15h30 As tentativas de se legalizar o aborto, assassinato de crianças Foto: Pixabay Peço sua atenção para um assunto que não pode, em hipótese nenhuma, cair no esquecimento: o combate sem tréguas contra as tentativas de legalização do aborto. E aqui falo como pastor e legislador. Nós, deputados, somos desafiados a todo momento a explicar no Parlamento, perante uma hostil plateia de esquerda, que o aborto […]

today14 de junho de 2022 9

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%