G1 Mundo

Espanhola que acusou Daniel Alves de estupro vai processar mãe do jogador por divulgação de imagens, diz imprensa local

today4 de janeiro de 2024 1

Fundo
share close

A espanhola que acusou o jogador Daniel Alves de estupro vai processar a mãe do brasileiro, Lucia Alves, pela divulgação de imagens da suposta vítima, de acordo com o jornal espanhol “El Periódico”.

A Justiça de Barcelona havia proibido a difusão de informações e imagens da suposta vítima enquanto o processo corre.

Procurado pelo g1, o Tribunal de Barcelona responsável pelo caso ainda não havia se pronunciado sobre o novo processo contra a mãe de Alves até a última atualização desta reportagem.



À imprensa espanhola, a defesa da suposta vítima afirmou que as imagens selecionadas pelo vídeo exibido nas redes sociais de Lucia Alves violam a intimidade da jovem garantida pela Justiça espanhola no início do processo.

Daniel Alves: Julgamento é marcado pela Justiça espanhola

Daniel Alves: Julgamento é marcado pela Justiça espanhola

O ex-jogador da seleção brasileira Daniel Alves é acusado de ter estuprado a espanhola dentro de uma boate de Barcelona em 30 de dezembro de 2022. Ele nega.

Desde janeiro de 2023, quando foi ouvido pela polícia pela segunda vez e se contradisse, Daniel Alves está em prisão preventiva, sob a alegação de risco de fuga. Ele não tem direito a fiança e seguirá no mesmo presídio, nos arredores de Barcelona, enquanto aguarda o julgamento.O brasileiro mudou sua versão pelo menos três vezes. Na primeira vez em que falou sobre o caso, em um programa de TV da Espanha, ele afirmou que não conhecida a denunciante.

Em abril, já preso, ele declarou à juíza responsável pelo caso que manteve relações sexuais consensuais com a jovem sem penetração. Ele argumentou ter mentido em um primeiro momento para ocultar a relação extraconjugal da esposa, a modelo espanhola Joanna Sanz, que posteriormente pediu a separação.

Em uma última versão, Alves reconheceu que houve penetração, mas repetiu que a relação foi consensual, o que a suposta vítima nega.

Na Espanha, denúncias de estupro são investigadas sob a acusação geral de agressão sexual, e as condenações podem levar a penas de prisão de 4 a 15 anos.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

jeffrey-epstein:-bilionario-comandou-esquema-de-trafico-sexual-e-morreu-na-prisao;-relembre

G1 Mundo

Jeffrey Epstein: bilionário comandou esquema de tráfico sexual e morreu na prisão; relembre

Nesta quarta-feira (3), após a Justiça norte-americana tornar pública uma série de documentos sobre o processo contra Epstein, foi divulgado que nomes como o do ex-presidente Bill Clinton e do príncipe Andrew, do Reino Unido, filho da rainha Elizabeth II e irmão do rei Charles III, estavam ligados ao bilionário. Epstein também já manteve relação próxima com o ex-presidente Donald Trump. Relembre o quem foi Jeffrey Epstein a partir dos […]

today4 de janeiro de 2024 1

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%