G1 Santos

Esposa quer punição para motorista de carro de luxo que atropelou e matou marido em rodovia no litoral de SP

today28 de julho de 2023 8

share close

Gisele Torres, de 35 anos, pede a suspensão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do motorista do automóvel, a quem o carro foi devolvido após a colisão — a vítima teve a morte confirmada no local. As polícias Civil e Militar não responderam o motivo de não terem avisado a família.

O acidente aconteceu no último dia 15, na Padre Manoel da Nóbrega, sentido São Paulo, na altura do km 289. Segundo a Polícia Militar Rodoviária (PMR), o motorista do carro BMW/X1 se recusou a fazer um teste do bafômetro. A moto foi encaminhada à perícia.

“Fui atrás de notícias dele. Acabou que eu parei na [posto da PM] Rodoviária, na Curva do S, e fiquei sabendo. [O atropelamento] foi praticamente no quintal de casa e ninguém me comunicou”, afirmou a mulher.



Gisele contou que o marido, que era servente e estava a caminho do trabalho em Cubatão (SP) quando foi atropelado e morreu. A colisão aconteceu por volta das 5h, mas ela afirmou só ter descoberto às 19h, quando resolveu ir atrás do marido por achar estranho o “sumiço”.

De acordo com a mulher, dentro da carteira da vítima havia um papel com o endereço, telefone e e-mail da vítima e da própria esposa.

À reportagem, o advogado da família da vítima, Marcelo Cruz, informou que entrou com um pedido de multa e suspensão imediata da CNH do condutor do veículo envolvido da ocorrência. “Nenhum familiar do motorista entrou em contato com ela [Gisele] até agora, sequer o motorista”.

Motociclista não resistiu aos ferimentos após acidente na Rodovia Padre Manoel da Nóbrega, em Praia Grande (SP) — Foto: CCI/Divulgação

Gisele reclamou que o carro foi devolvido ao motorista, enquanto, a moto foi encaminhada à perícia, como consta no Boletim de Ocorrência (BO). A informação foi confirmada pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP) à época da batida.

O g1 questionou a SSP-SP novamente sobre a situação do carro que, desta vez, em nota, alegou que os dois veículos envolvidos no acidente passaram por perícia.

A pasta disse, ainda, que os laudos do Instituto de Criminalística (IC) estão em processo de elaboração e, assim que concluídos, serão analisados pela autoridade policial.

Segundo a Polícia, o responsável pelo acidente não apresentava sinais de embriaguez. No entanto, se recusou fazer o teste do bafômetro. O homem foi penalizado pela PM com um auto de infração de trânsito e encaminhado à Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Praia Grande, mas não ficou preso.

“A vida do meu marido não vale de nada? Ele deixou duas filhas [de 10 e 16 anos] e a esposa […]. Um pai e marido excelente. Não tem o que falar dele. Era o meu companheiro. Em todos os momentos, ele estava presente ali para tudo, a gente fazia tudo junto”, disse Gisele.

Gisele Torres quer justiça pelo marido David Bulhões, que morreu após ser atingido por carro de luxo, em Praia Grande (SP) — Foto: Arquivo Pessoal

“[O motorista] tirou uma vida e nem se importou com os familiares. Não tem lógica”, finalizou Gisele.

A reportagem tentou contato com o motorista envolvido na colisão e com a defesa dele, mas não foram localizados até a última atualização desta matéria.

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

G1 Santos

Homem finge ser delegado, pede marmitas para distrito policial e dá ‘golpe do troco via Pix’

Ao g1, Silvia Maria contou, nesta sexta-feira (28), que o motoboy que trabalha para ela encontrou três entregadores de outros comércios, que também teriam sido vítimas. O criminoso usava o nome de 'delegado Bruno' e pediu duas 'quentinhas' de bife acebolado e um refrigerante. De acordo com dona da lanchonete, a intenção do bandido era que ela enviasse o troco via Pix antes de concretizar a entrega das marmitas. "Nos sentimos humilhados", disse Silvia, que tem comércio no bairro Vila […]

today28 de julho de 2023 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%