G1 Mundo

EUA afirmam que há assassinatos arbitrários e tortura na Nicarágua

today21 de março de 2023 21

Fundo
share close

O relatório de direitos humanos do Departamento de Estado de 2022 apontou para ‘numerosos relatos de que o governo ou seus agentes cometeram assassinatos arbitrários ou ilegais’.




Brasil se oferece para acolher dissidentes da Nicarágua que tiveram nacionalidade retirada por governo

Brasil se oferece para acolher dissidentes da Nicarágua que tiveram nacionalidade retirada por governo

O Departamento de Estado dos Estados Unidos (esse órgão tem as mesmas funções de um ministério de relações exteriores) divulgou um relatório anual de direitos humanos nesta segunda-feira (20) no qual afirma que há relatos confiáveis ​​de que na Nicarágua há assassinatos arbitrários, prisões e tortura, assim como condições duras e de risco de vida nas prisões do país.

O regime do presidente Daniel Ortega tem se tornado cada vez mais autoritário, e há repressão a dissidentes pelas forças de segurança e judiciais sob controle do governo.

No mês passado, mais de 200 pessoas que eram críticas ao governo foram expulsas do país.

O relatório de direitos humanos do Departamento de Estado de 2022 apontou para “numerosos relatos de que o governo ou seus agentes cometeram assassinatos arbitrários ou ilegais”.

Presidente da Nicarágua, Daniel Ortega, em discurso exibido na televisão no dia 9 de fevereiro de 2023 — Foto: CANAL 6 NICARAGUA / AFP

A assessoria de imprensa de Ortega não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

O relatório descreveu as condições das prisões nicaraguenses como potencialmente “ameaçadoras à vida”, citando superlotação, falta de saneamento e atendimento médico,  além de violência entre os presos.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!

Você deseja continuar recebendo este tipo de sugestões de matérias?




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

tribunal-penal-internacional-recebe-mais-dinheiro-para-seguir-com-investigacoes-de-crimes-na-ucrania

G1 Mundo

Tribunal Penal Internacional recebe mais dinheiro para seguir com investigações de crimes na Ucrânia

O dinheiro é de um grupo de 40 países, cujos ministros da Justiça estão reunidos em Londres. Dominic Raab, ministro britânico da Justiça, afirmou que "após a acusação contra o presidente Putin na sexta (17), era muito importante mostrar nosso apoio concreto ao TPI". O presidente russo, Vladimir Putin, participa de uma reunião em Moscou, Rússia, em 15 de março de 2023 — Foto: Pavel Bednyakov/Sputnik via Reuters Após a […]

today21 de março de 2023 9

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%