G1 Mundo

EUA dizem que eleição na Rússia ‘não foi livre nem justa’ após vitória de Putin; veja reações dos países

today17 de março de 2024 10

Fundo
share close

Ao criticar o processo eleitoral, os Estados Unidos ressaltaram que “Vladimir Putin prendeu seus oponentes e impediu que outros concorressem contra ele”.

Putin venceu a eleição com 87,97% dos votos, de acordo com os primeiros resultados oficiais divulgados neste domingo. Com isso, o atual presidente se manterá no poder até 2030. Saiba como foi o pleito.

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, também se manifestou sobre o resultado. Para o mandatário, não há legitimidade no processo — o qual ele chamou de “imitação de eleições”.



“É claro para todos no mundo que essa figura — como já aconteceu muitas vezes ao longo da história — está simplesmente doente pelo poder e está fazendo de tudo para governar para sempre”, afirmou. “Essa pessoa deveria ser julgada em Haia. É isso que temos de garantir.”

Eleitores fazem fila para entrar em local de votação em Moscou, na Rússia. — Foto: Reuters

Antes mesmo de saírem os primeiros resultados da eleição russa, o governo da Alemanha já havia chamado o processo de “pseudo-eleição” e afirmado que o pleito “não é livre e nem justo”.

“O governo de Putin é autoritário. Ele depende da censura, da repressão e da violência. As ‘eleições’ nos territórios ocupados da Ucrânia são nulas, sem efeito e outra violação do direito internacional”, escreveu o Ministério Exterior do país no X (antigo Twitter).

O Ministério das Relações Exteriores do Reino Unido, por sua vez, afirmou que “ao realizar eleições ilegalmente em território ucraniano, a Rússia demonstra que não está interessada em encontrar um caminho para a paz”.

“O Reino Unido continuará a fornecer ajuda humanitária, econômica e militar aos ucranianos que defendem a sua democracia”, conclui a pasta, em publicação no X.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

putin-vence-eleicao-na-russia-e-se-mantera-no-poder-ate-2030

G1 Mundo

Putin vence eleição na Rússia e se manterá no poder até 2030

De acordo com a Comissão Eleitoral Central da Rússia, Putin teve cerca de 87% dos votos, com cerca de 60% dos distritos eleitorais apurados até por volta das 18h15 deste domingo (17). Este cenário já havia sido indicado por resultados de pesquisas de boca de urna divulgados logo após o encerramento da votação. O favoritismo de Putin foi confirmado após três dias da votação que começou na sexta-feira (15) e […]

today17 de março de 2024 9

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%