Gospel Prime

Evangélico é preso na Rússia por se recusar a ir à guerra contra Ucrânia

today4 de outubro de 2023 1

Fundo
share close

A União Internacional de Igrejas Evangélicas divulgou a situação Vyacheslav Reznichenko, um cristão da Rússia, que foi condenado a dois anos e seis meses de prisão por se recusar a lutar na Ucrânia por motivos religiosos. O caso teve várias tentativas de apelação rejeitadas. Em julho, outro pacifista cristão, Andrey Kapatsyna, também foi condenado a dois anos e dez meses de prisão por se recusar a lutar.

De acordo com Christian Today, em junho, foi relatado que a Igreja Ortodoxa Russa se opõe ao pacifismo e o considera herético e incompatível com os ensinamentos da Igreja. Sua posição foi delineada em documentos apresentados para uma audiência eclesiástica no caso do padre ortodoxo russo John Burdin, que criticou a invasão russa da Ucrânia em um sermão e declaração pública.

Em março do ano passado, ele foi preso, acusado e multado por um tribunal civil por “ações públicas destinadas a desacreditar o uso das forças armadas da Federação Russa para defender os interesses da Federação Russa e de seus cidadãos”. Este ano, um tribunal eclesiástico decidiu contra ele e o proibiu de exercer o sacerdócio até que ele se arrependa publicamente, o que ele se recusou a fazer.

“O tribunal identificou erros eclesiológicos significativos em seus escritos, incluindo a negação da santidade e dos poderes salvadores da Igreja Ortodoxa Russa. Suas atividades semearam desconfiança na Igreja e tinham como objetivo alienar os fiéis – o que foi considerado pelo tribunal como uma violação do juramento sacerdotal”, diz a sentença.

Sendo assim, em agosto, penalidades foram impostas a outro pacifista cristão. A musicista e professora Anna Chagina foi multada e proibida de postar na internet depois de criticar a invasão russa na Ucrânia. No mesmo mês, o padre de 55 anos, Fr. Ioann Kurmoyarov, foi condenado a três anos de prisão e proibido de postar na internet por dois anos.



Do mesmo modo, em março, um cristão de 63 anos, Mikhail Simonov, foi condenado a sete anos de prisão por publicar comentários anti-guerra na rede social russa VKontakte. Sua apelação foi rejeitada e ele foi encaminhado para um campo de trabalho forçado.




Todos os créditos desta notícia pertecem a Gospel Prime.

Por: Redacao

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

papa-expressa-abertura-para-igreja-catolica-“abencoar”-uniao-de-pessoas-do-mesmo-sexo

Gospel Prime

Papa expressa abertura para Igreja Católica “abençoar” união de pessoas do mesmo sexo

Em resposta a pergunta de cinco cardeais, o papa Francisco expressou abertura à possibilidade de abençoar parcerias do mesmo sexo. Ele sugeriu que isso poderia ser uma expressão de “caridade pastoral”, desde que não seja confundido com casamento, e afirmou que o que pode ser considerado “prudência pastoral em certas circunstâncias não deve necessariamente se tornar uma norma”. Nesse sentido, Francisco apontou que não se trata apenas de nomes, mas, segundo […]

today4 de outubro de 2023 1

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%