G1 Mundo

Ex-deputado e quatro opositores deixam a prisão na Venezuela após acordo entre governo e oposição

today19 de outubro de 2023 3

Fundo
share close

Na terça-feira (17), o governo e a oposição assinaram um acordo para retomar a normalidade democrática e realizar eleições presidenciais em 2024 que vão contar com observadores estrangeiros.

O governo de Joe Biden, dos Estados Unidos, mudou a política de pressão máxima para afastar Nicolás Maduro do poder e adotou uma abordagem pragmática. Diversos funcionários de alto escalão do governo dos EUA foram a Caracas desde 2022, e os americanos passaram a usar a suspensão das sanções como moeda de troca para pressionar Maduro.

Na rodada mais recente, os EUA suspederam por seis meses as sanções ao petróleo, gás e ouro da Venezuela, que haviam sido impostas em 2019. No entanto, os americanos pediram para que os direitos políticos de pessoas cassadas fossem reinstalados.



O secretário de Estado americano, Antony Blinke, afirmou em um comunicado que espera o começo da libertação de “todos os cidadãos americanos e presos políticos venezuelanos presos injustamente” no país.

A lista dos liberados é a seguinte:

  • O ex-deputado venezuelano Juan Requesens
  • O jornalista Roland Carreño, colaborador do líder político Juan Guaidó,
  • Marco Garcés Carapaica, estudante universitário detido em 2020 por estar no mesmo veículo de um ex-marine americano;
  • Mariana Barreto, presa por protestar em 2019 contra irregularidades no fornecimento de gasolina
  • Eurinel Rincón, que era secretária no ministério da Defesa e foi acusada de traição à pátria e vazamento de informações depois de aparecer em uma foto ao lado de um político da oposição.

Até 10 de outubro, a Venezuela tinha 273 presos políticos, segundo a ONG Foro Penal.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

milei,-massa-e-bullrich,-favoritos-nas-eleicoes-na-argentina,-encerram-campanhas;-votacao-e-no-domingo

G1 Mundo

Milei, Massa e Bullrich, favoritos nas eleições na Argentina, encerram campanhas; votação é no domingo

Em agosto, aconteceram as primárias, na qual os eleitores escolhem em qual das coligações querem votar. Essa escolha é tida como uma indicação da preferência do eleitorado. Por isso, se diz que Milei ficou em primeiro. Os resultados dessa primeira votação foram os seguintes: Javier Milei, deputado federal de extrema direita, em primeiro, com 29,86%;A coligação de Patricia Bullrich, ex-ministra de Segurança de Macri, em segundo com 28%;A frente política […]

today19 de outubro de 2023 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%