Gospel Prime

Ex-médium reconhece que passado com espíritos era demoníaco

today24 de agosto de 2022 14

Fundo
share close

Ex-médium Jenn Nizza, agora cristã, compartilha informações a respeito de sua experiencia e alerta outras pessoas sobre os perigos do espiritismo.

“Eu fiz minha primeira leitura de tarô aos 13 anos”, disse ela em entrevista.

A ex-médium afirma, que a sua ideia sempre foi de ajudar as pessoas, por isso acredita que assim como ela, muitaspessoas entraram no mundo do ocultismo por não saberem o que realmente há por trás das entidades espirituais.

“Acho que esse é o primeiro engano. Os médiuns, na maioria das vezes, são pessoas compassivas e legais. O mal que eles permitiram é, de alguma forma, um bem. Satanás se disfarça de anjo de luz e você pensa que ele é um servo da justiça”, explicou.

De acordo com CBN News, os espíritos malignos não preveem o futuro, contudo fingem bem, por conta disso conseguem enganar muitas pessoas.



“Não há espírito bom conversando com um vidente. Eles se disfarçam e imitam seus entes queridos falecidos. Quando parece que você está falando com seu pai, mãe ou avó, isso parece bom e confortável”, disse a ex-médium.

“Eu estava no ponto mais baixo da minha vida, num dos momentos mais sombrios. Mas, minha alma e meu espírito souberam clamar a Jesus. E eu precisava Dele”, disse ela.

Atualmente, Jenn não deixa de testemunhar sobre o seu passado.

“Eu não clamei a uma pessoa falecida, a um guia espiritual ou a um anjo. Eu clamei a Jesus Cristo e Ele realmente apareceu”, concluiu.




Todos os créditos desta notícia pertecem a Gospel Prime.

Por: Redacao

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

casal-paquistanes-que-escapou-do-corredor-da-morte-se-torna-refugiado

Gospel Prime

Casal paquistanês que escapou do corredor da morte se torna refugiado

Um casal católico paquistanês que por sete anos foi acusado falsamente de blasfêmia, e condenado à morte em 2014 por enforcamento sob as leis de blasfêmia do Paquistão, falou sobre sua jornada de enfrentar a morte para encontrar refúgio na Europa. “Embora percamos nosso país, estamos felizes por finalmente estar em um lugar seguro”, disse Shafqat Emmanuel. Segundo Christian Today, Shafqat Emmanuel ajudou ele e sua esposa, Shagufta Kausar, a […]

today24 de agosto de 2022 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%