G1 Mundo

Ex-premiê do Paquistão e esposa são condenados a 14 anos de prisão por venda de presentes recebidos pelo governo

today31 de janeiro de 2024 6

Fundo
share close

Entre os itens estão perfumes, joias e relógios. Autoridades do país afirmaram que assessores de Khan venderam os itens em Dubai.


Imran Khan, premiê do Paquistão, ouve o hino nacional do seu país no dia 14 de agosto de 2019 — Foto: Aamir Qureshi/AFP



Imran Khan, ex-primeiro-ministro do Paquistão, e a mulher dele, Bushra Bibi, foram condenados a 14 anos de prisão pela venda ilegal de presentes entregues a ele enquanto chefe de Estado. A sentença foi divulgada nesta quarta-feira (31).

Os presentes alvos de investigação foram recebidos entre 2018 e 2022. De acordo com as autoridades, assessores de Khan venderam os itens em Dubai, nos Emirados Árabes.

Em agosto do ano passado, Khan foi condenado por um outro tribunal pela venda de presentes estimados em cerca de R$ 2 milhões. No entanto, a sentença foi suspensa.

A condenação desta quarta-feira é a segunda que Khan recebeu da Justiça do Paquistão em dois dias. Na terça-feira (30), o ex-primeiro-ministro foi condenado a 10 anos de prisão por vazar segredos de Estado.

Além da pena de prisão, Khan também ficará impedido de ocupar cargos públicos pelo prazo de 10 anos. A defesa dele afirmou que vai recorrer da decisão.

O ex-primeiro-ministro está preso desde agosto de 2023. Já a esposa dele se entregou logo após a condenação desta quarta-feira.

VÍDEOS: mais assistidos do g1




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

o-assunto-#1.140:-a-pa-de-cal-no-acordo-entre-mercosul-e-uniao-europeia

G1 Mundo

O Assunto #1.140: A pá de cal no acordo entre Mercosul e União Europeia

As negociações para a assinatura final entre europeus e sul-americanos se arrastam desde 1999, ainda que um contrato tenha sido celebrado em 2019 e as partes tenham criado expectativa para que as últimas arestas fossem eliminadas até o fim do ano passado. Agora, para o presidente da segunda maior potência econômica do bloco europeu, isso teria se tornado 'impossível'. Centenas de tratores estão ocupando as mais importantes rodovias da França. […]

today31 de janeiro de 2024 3

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%