G1 Santos

‘Falso esloveno’ morto e ‘falso croata’ preso em SP tinham o mesmo nome; entenda

today12 de janeiro de 2024

Fundo
share close

O g1 apurou que o nome Darko tem origem sérvia, é muito comum no leste europeu e significa “presente”. No universo esportivo do país eslavo, há, por exemplo, o jogador de futebol Darko Lazovic, de 33 anos, além de Darko Kovacevic, ex-futebolista, de 50 anos, que atuava como atacante.

A antiga Iugoslávia deu origem a seis repúblicas após conflitos na década de 1990, incluindo Eslovênia, Croácia e Sérvia. O coordenador do curso em Relações Internacionais da UniSantos, Fabiano Lourenço das Neves, explicou que a linguística na Croácia e na Sérvia é de fácil entendimento comum, enquanto o esloveno se distancia um pouco de ambos.

“O servo-croata é uma língua, então eles se entendem normalmente, com diferenças silábicas entre elas por conta desse nacionalismo que vem se estendendo”, contou.



Tendo isso em vista, não é incomum que o nome Darko seja difundido tanto na Sérvia quanto na Croácia. Ele usou o espanhol como exemplo.

“O espanhol é uma língua comum, mas o acento na Argentina é diferente do da Colômbia. Se for para Colômbia, o colombiano vai perceber que ele é argentino. Lá é próximo a isso também, que é essa língua croata-sérvia. No entanto, o eslovênio entende o croata-sérvio, que é uma outra língua. Só que o croata-sérvio tem mais dificuldade para entender o esloveno”.

De acordo com a Polícia Civil, a prisão foi realizada por agentes do 5° Distrito Policial de Santos, com o apoio das demais delegacias da cidade. A corporação informou que o investigado dormia em um dos quartos do imóvel quando os agentes chegaram para cumprir o mandado.

Segundo a Polícia Civil, o homem guardava em casa cartões de visita com o nome de ‘Darko Malic’.A corporação afirmou ter apreendido, ainda, 190 gramas de tabletes de haxixe, um celular, um tablet, R$ 194 em espécie e uma balança de precisão.

O homem foi encaminhado à cadeia pública e todo o material recolhido foi enviado ao Instituto de Criminalística (IC).

‘Falso croata’ é investigado como um dos líderes de uma facção criminosa — Foto: Divulgação/Polícia Civil

O homem executado a tiros na frente da esposa e do filho em Santos, no litoral de São Paulo, não é esloveno. Dejan Kovac, como fora identificado inicialmente, era na verdade o sérvio Darko Geisler, procurado pela Interpol suspeito de ser matador de aluguel. O crime foi registrado por uma câmera de monitoramento (veja o vídeo abaixo).

Ele foi executado na Rua São José, no bairro Embaré, em Santos. O sérvio chegou a ser resgatado consciente pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas sofreu uma parada cardiorrespiratória a caminho da Santa Casa de Santos e morreu.

Antes da confirmação sobre a identidade do homem pela Polícia Civil, a esposa de Darko Geisler afirmou ao g1 a vida anterior do marido “não lhe dizia respeito”.

Esloveno era sérvio e suspeito de ser ‘matador de aluguel’ procurado pela Interpol

Esloveno era sérvio e suspeito de ser ‘matador de aluguel’ procurado pela Interpol

Sérvio era ‘múltiplo homicida’

Darko estava em posse de um passaporte de nacionalidade eslovena, levando a polícia a acreditar que ele havia nascido no país. No curso das investigações, segundo apurado junto ao consulado da Eslovênia, ficou comprovado que o documento não era dele. A numeração mostrou que o passaporte pertencia a um cidadão esloveno e que havia sido extraviado em 2017.

“Logo na análise visual do passaporte apresentado, que não havia carimbo de ingresso no território nacional […] Ora, como um estrangeiro ingressa em solo brasileiro sem constar um carimbo, um registro da Polícia Federal?”, questionou o delegado.

Com uma busca reversa na internet, usando a foto que detinha do suspeito, a Polícia Civil identificou registros em Montenegro (país que faz fronteira com a Sérvia) envolvendo a prática de homicídios múltiplos, porte de arma e de explosivos ligados a ele.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

advogado-de-suposta-filha-de-pele-diz-que-pedira-exumacao-do-corpo-do-ex-jogador-apos-dna-inconclusivo

G1 Santos

Advogado de suposta filha de Pelé diz que pedirá exumação do corpo do ex-jogador após DNA inconclusivo

Segundo o advogado, dois exames de DNA foram realizados entre Maria e dois filhos de Pelé em dois laboratórios particulares diferentes. Maria do Socorro Azevedo, Edson Cholbi Nascimento, o Edinho, e Flávia Kurtz Arantes do Nascimento, passaram pelos testes em setembro do ano passado. Cada uma das partes escolheu o local para realização do procedimento. O advogado afirmou que o teste no laboratório contratado pelos filhos de Pelé deu negativo […]

today12 de janeiro de 2024

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%