G1 Santos

Família diz que PM que matou a ex em SP estava ‘abalado’ com a separação

today3 de maio de 2023 48

Fundo
share close

O caso aconteceu em Praia Grande, no litoral de São Paulo. A vítima, de 28 anos, começou a namorar outro homem há aproximadamente um mês, ainda durante o processo de divórcio com Roberto Belchior Wehinger, de 33 anos. Após atirar nela, o ex-policial militar rodoviário atentou contra a própria vida. O casal deixou um filho, de apenas três anos.

“Ele [o Roberto] estava emocionalmente muito abalado com a situação e estava usando de subterfúgio [pretexto] para se aproximar dela”, disse a pessoa próxima à família de Jéssica, que preferiu não se identificar.

Ainda de acordo com ela, a advogada que representava Jéssica no processo de separação com o ex-marido recebeu uma mensagem da cliente dizendo para que “não acompanhasse” mais o caso, uma vez que ela resolveria as questões de maneira amigável. O g1 não localizou a profissional até a última atualização desta matéria.



Ainda de acordo com a pessoa próxima à família de Jéssica, o filho do casal deve ficar sob a guarda da irmã da vítima, que também é madrinha da criança.

O g1 foi informado também que há um posicionamento de familiares de Jéssica para que a situação seja noticiada como um ‘alerta’ para eventuais casos futuros. As famílias do ‘ex-casal’, por sua vez, não desejam se posicionar sobre o ocorrido.

De acordo com o boletim de ocorrências, o policial foi até o endereço do atual namorado de Jéssica e, assim que o casal deixou o imóvel, parou o carro ao lado do namorado e começou a socá-lo no rosto.

A vítima conseguiu imobilizar Roberto e percebeu que ele estava armado, momento em que tentou pegar a arma. Enquanto a briga se desenvolvia, testemunhas em um bar próximo interromperam a confusão e levaram o namorado para dentro do estabelecimento.

Quando o atual de Jéssica entrou no bar, ele e as demais testemunhas ouviram um disparo e, na sequência, o corpo da mulher no chão. Em seguida, Roberto atirou contra a própria cabeça.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e constatou a morte da mulher no local. O policial, no entanto, ainda estava com vida e foi levado ao Hospital Irmã Dulce, mas não resistiu e morreu na unidade de saúde. O caso foi registrado no DP Sede de Praia Grande.

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

brasileiro-que-aprendeu-a-falar-com-6-meses-tem-qi-maior-que-99,8%-das-pessoas-do-planeta;-entenda

G1 Santos

Brasileiro que aprendeu a falar com 6 meses tem QI maior que 99,8% das pessoas do planeta; entenda

Ao g1, nesta quarta-feira (3), a mãe de Miguel, Rosangela Manoel da Silva, de 40 anos, contou que o menino de apenas 10 anos começou a falar as primeiras palavras aos seis meses de idade. Porém, como cantava músicas e contava histórias para o menino, acreditava que essa era uma resposta aos estímulos. "Quando ele fez um ano, já falava muito bem, certinho e conjugava os verbos. Na festinha de […]

today3 de maio de 2023 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%