G1 Santos

Filho mentiu a vizinhos sobre mãe achada mumificada no litoral de SP

today17 de outubro de 2023 2

Fundo
share close

Sergio tinha sumido há seis meses. Os dois corpos foram encontrados em uma casa na Rua Júlio Seco de Carvalho, no bairro Solemar, nesta segunda-feira (16). A Polícia Militar foi acionada por um dos vizinhos, que alegou à corporação ter sentido um forte odor vindo do imóvel.

“Perguntei para ele [Sergio] uma vez o que tinha acontecido, e ele disse que ela estava internada em um asilo”, contou o vizinho Wilson Mariano da Silva.

Wilson disse fazer parte da mesma vizinhança que a família há 40 anos. Antes de Sergio desaparecer, o vizinho contou que chegou a conversar com ele. No entanto, os moradores da rua desconfiaram dos dois desaparecimentos repentinos, da mãe e do filho.



“Estávamos desconfiados de que alguma coisa estranha tinha acontecido. Ela sempre estava aqui do lado de fora da casa, cumprimentando a gente, mas sumiu de repente”, relatou.

Corpos de mãe e filho são encontrados em estado avançado de decomposição em Praia Grande (SP) — Foto: Reprodução

O corpo de Maria foi encontrado em estado de ‘mumificação’ perto do cadáver do filho dela, um homem em ‘putrefação’, dentro de uma casa em Praia Grande, no litoral de São Paulo. A mulher foi encontrada em cima de uma cama e o homem no chão da cozinha.

Informações oficiais sobre as idades das vítimas e as causas das mortes delas ainda não foram divulgadas. No entanto, os vizinhos afirmam que a mulher tinha aproximadamente 94 anos e o homem, 48.

A Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP) informou, por meio de nota, que a Polícia Civil investiga os dois cadáveres encontrados nesta segunda-feira (16). A PM acionou o Corpo de Bombeiros para entrar na residência e a perícia esteve no local.

A Polícia Militar, por sua vez, afirmou que o cadáver da idosa foi encontrado em ‘estado de mumificação’ e o do homem, em ‘putrefação’.

Corpos de mãe e filho são encontrados em estado avançado de decomposição em Praia Grande (SP) — Foto: Reprodução

Wilson Mariano relembrou uma conversa que teve com Sergio há alguns meses. O vizinho teria dito para ele que havia voltado para casa apenas para pegar alguns documentos. “Achei estranho, pois o víamos [morando] aqui”, comentou.

Outro vizinho da família, Josinal Francisco afirmou que, assim como Maria Eugênia, Sergio também era visto ao redor da casa, mas também ‘sumiu de repente’.

“Eu não o via há uns seis meses”, alegou Josinal Francisco. “Eram bons vizinhos e, neste sentido, não deixavam nada a desejar. Pelo que estamos vendo, foi uma tragédia. Ele dizia que cuidava da mãe”.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

outro-grupo-terrorista-quer-atacar-israel

Pleno News

Outro grupo terrorista quer atacar Israel

Pedro Augusto - 17/10/2023 11h12 Hezbollah Foto: Reprodução/YouTube DW News O Hezbollah (Partido de Alá) surgiu durante a Guerra Civil do Líbano, que ocorreu de 1975 a 1990, em resposta a ocupação de tropas israelitas nos anos 80 para expulsar militantes palestinos do sul do Líbano. No período da guerra, a população libanesa estava dividida e isso abriu caminho para agentes iranianos juntarem diversas milícias xiitas em uma única organização […]

today17 de outubro de 2023 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%