G1 Mundo

Gaza: menina palestina de 6 anos é encontrada morta 12 dias depois de gravação pedindo ajuda

today10 de fevereiro de 2024 4

Fundo
share close

Hind Rajab, uma menina palestina de 6 anos que implorou às equipes de resgate de Gaza que enviassem ajuda depois de ficar encurralada por fogo militar israelense, foi encontrada morta por parentes neste sábado (10). A informação é da agência Reuters.

Hind ficou na linha por três horas com os atendentes, que tentaram acalmá-la enquanto enviavam uma ambulância. “Venham me pegar”, disse ela, em gravação de áudio. “Estou com tanto medo, por favor, venha.”

“A ocupação teve como alvo deliberado a tripulação do Crescente Vermelho, apesar da coordenação prévia para permitir que a ambulância chegasse ao local para resgatar Hind”, afirmou o Crescente Vermelho num comunicado.



A entidade acusa Israel de mirar deliberadamente na ambulância que enviou para resgatar Hind Rajab depois de ela ter passado horas ao telefone com despachantes rodeada pelo som de tiros. A Reuters procurou as forças militares de Israel para comentário, mas não recebeu resposta.

Os corpos de Hind Rajab, de seu tio, de sua tia e de seus três primos foram encontrados em um carro, no subúrbio de Tel al-Hawa, na cidade de Gaza. Familiares que participaram do reconhecimento relatam que o carro estava cheio de buracos de bala.

Segundo as autoridades de saúde de Gaza, o conflitou já deixou 28 mil mortos, enquanto israelenses avançam pelo território palestino.

Rafah é considerada o último refúgio de cerca de 1,5 milhão de pessoas — quase toda a população da Faixa de Gaza — que, desde o início da guerra entre Israel e o Hamas, deixaram o norte, o centro e outras cidades do sul do território palestino por conta de bombardeios e ações por terra do Exército de Israel.

Nesta sexta, Netanyahu anunciou que pretende ocupar toda a cidade temporariamente e que, por isso, pediu o plano aos militares. Segundo o premiê israelense, Rafah é também o último bastião do Hamas e, portanto, o último front de batalha para completar sua guerra contra o grupo terrorista.

Israel declarou que rejeita a proposta de cessar-fogo apresentada pelo Hamas -- qualificada como

Israel declarou que rejeita a proposta de cessar-fogo apresentada pelo Hamas — qualificada como “delirante” pelo primeiro-ministro Benjamin Netanyahu




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

gaza:-area-que-se-tornou-ultimo-refugio-de-1-milhao-de-palestinos-vive-tensao-com-ataque-iminente-de-israel

G1 Mundo

Gaza: área que se tornou último refúgio de 1 milhão de palestinos vive tensão com ataque iminente de Israel

Cerca de 1,5 milhão de palestinos estão em Rafah em busca de refúgio das operações de combate israelenses que acontecem no resto de Gaza. Os Estados Unidos alertaram Israel que uma invasão de Rafah seria um "desastre", enquanto a União Europeia (UE) e a Organização das Nações Unidas (ONU) expressaram preocupação sobre a operação. Grupos de ajuda humanitária dizem que não é possível evacuar todas as pessoas da cidade. Na […]

today10 de fevereiro de 2024 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%