G1 Mundo

Governo da Argentina anuncia cancelamento de benefícios sociais de mais de 27 mil pessoas

today20 de janeiro de 2024 4

Fundo
share close

O governo da Argentina, por meio do Ministério de Capital Humano, disse, neste sábado (20), que cancelará mais de de 27.000 beneficiários dos programas Potenciar Trabajo e Potenciar Empleo (potenciar trabalho e potenciar emprego, respectivamente, em tradução livre do espanhol).

De acordo com o anúncio da pasta comandada pela ministra Sandra Pettovello, detectou-se 27.208 planos com incompatibilidades. Com isso, o pagamento de 2 bilhões de pesos argentinos (algo em tono de R$ 12 milhões, em conversão) foi suspenso.

A justificativa do Ministério é de que os beneficiários tinham irregularidades e não cumpriam as condições para receber o dinheiro dos benefícios.



Inflação na Argentina fecha 2023 em 211,4%

Inflação na Argentina fecha 2023 em 211,4%

O governo do presidente Javier Milei enviou a deputados nesta sexta-feira (19) uma proposta para mudar a chamada “lei omnibus”, um megaprojeto de lei com 664 artigos que trata de diversos temas —entre os quais, a privatização de empresas e um item que dá superpoderes ao presidente da Argentina até o fim do mandato, em dezembro de 2027.

É o primeiro recuo prático do governo Milei, dez dias depois de o porta-voz, Manuel Adorni, ter dito que “não se negocia” — ou seja, que não aceitaria alterações no conteúdo do projeto. A medida ocorre em meio à dificuldade de aprovação do texto no Congresso.

Segundo o jornal “La Nación”, que conversou com deputados que receberam as propostas de mudanças, o governo Milei enviou alterações em 100 artigos. Não foram todos os deputados que receberam as novas propostas, mas, sim, um grupo de deputados que estão dispostos a votar a favor da “lei omnibus” caso alguns itens sejam alterados. A expressão “omnibus” se refere a projetos de leis que mudam vários tópicos relacionados ou entre si. “Omnibus” vem do latim e significa “para todos”.

Quem é Javier Milei: novo presidente da Argentina

Quem é Javier Milei: novo presidente da Argentina




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

quando-o-valor-do-sorvete-e-noticia:-argentinos-‘atordoados’-entre-debates-e-precos

G1 Mundo

Quando o valor do sorvete é notícia: argentinos ‘atordoados’ entre debates e preços

Javier Formoso, de 45 anos, é um deles. "Esperança? Nenhuma. Pelo que começamos a ver, agora começa o terror", disse, ao caminhar por uma feira de bairro em Buenos Aires. As medidas discutidas no Congresso? "Já não entendo mais nada", respondeu Formoso, dando de ombros. "É um 'salve-se quem puder'." O presidente argentino, o ultraliberal Javier Milei, assumiu o governo há mais de um mês esperando enfrentar a inflação com […]

today20 de janeiro de 2024 6

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%