G1 Mundo

Governo Maduro revoga convite para União Europeia enviar observadores das eleições presidenciais da Venezuela

today28 de maio de 2024 8

Fundo
share close

O anúncio foi feito pelo chefe do Conselho Nacional Eleitoral (CNE), Elvis Amoroso, nesta terça-feira (28). O conselho é controlado na prática pelo presidente Nicolás Maduro, que concorre ao terceiro mandato.

“Eles não são pessoas que merecem vir a este país enquanto mantêm sanções (econômicas)”, afirmou Amoroso em um comunicado na TV estatal. Ele afirmou também que as sanções são “colonialistas, coercitivas, unilaterais e genocidas”.

O pedido para revogar o convite aos observadores europeus partiu da Assembleia Nacional, também controlada pelo regime chavista.



O escritório da União Europeia em Caracas lamentou a decisão e solicitou ao Conselho Eleitoral da Venezuela para reavaliar a decisão.

O governo de Maduro fez um acordo com a oposição no ano passado para realizar eleições. Depois disso, os Estados Unidos retiraram as sanções econômicas. No entanto, em abril, os americanos voltaram a impor sanções, pois consideraram que o governo venezuelano não estava se esforçando suficientemente para que a votação seja limpa.

Convite foi feito em março

O convite da Venezuela para que a União Europeia enviasse observadores foi feito em março.

Na ocasião, Elvis Amoroso deu indicações de que o convite para que os europeus participassem seria feito “sempre que se cumprissem os requisitos da norma constitucional e legal”.

Além da União Europeia, também foram convidados delegados dos seguintes grupos:

  • Centro Carter (do ex-presidente americano Jimmy Carter).
  • Comunidade dos Estados Latino-americanos e Caribenhos (Celac).
  • Comunidade do Caribe (Caricom).
  • Especialistas da ONU.
  • Representantes do bloco dos Brics (grupo de países em desenvolvimento).

Missões internacionais já fizeram denúncias sobre irregularidades em eleições venezuelanas no passado. Os observadores afirmaram que houve uso de recursos do Estado na campanha, diferença de tempo de TV e meios de comunicação entre partidos e também desqualificação de candidatos.

Duas candidatas foram retiradas da corrida

As eleições na Venezuela ocorrem sob desconfiança da comunidade internacional de que Maduro não assegure eleições livres e democráticas –o que contraria um compromisso assinado pelo governo venezuelano em outubro de 2023.

Alinhado a Maduro, o Conselho Nacional Eleitoral tirou da disputa duas opositoras: Maria Corina Machado, desqualificada pela Controladoria da Venezuela, e Corina Yoris, que não conseguiu ao acessar o sistema automatizado do CNE por razões não especificadas.

Agora, as duas apoiam Edmundo González Urrutia. Veja abaixo uma reportagem sobre o candidato.

Oposição na Venezuela tem candidato para enfrentar Nicolás Maduro

Oposição na Venezuela tem candidato para enfrentar Nicolás Maduro




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

‘acabe-com-eles’,-escreve-ex-candidata-a-presidente-dos-eua-em-projetil-de-artilharia-de-israel

G1 Mundo

‘Acabe com eles’, escreve ex-candidata a presidente dos EUA em projétil de artilharia de Israel

Nikki Haley, que foi a principal rival de Donald Trump pela nomeação do Partido Republicano para a candidatura presidencial dos Estados Unidos, visitou um posto das Forças de Defesa de Israel no norte do país nesta terça-feira (28) e escreveu a mensagem “Acabem com eles! Os EUA amam Israel” em projétil de artilharia. Na visita, ela estava acompanhada do parlamentar israelense Danny Danon, que postou uma foto de Haley agachada […]

today28 de maio de 2024 10

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%