G1 Mundo

Grupo Wagner não lutará mais na Ucrânia, diz agência estatal da Rússia

today29 de junho de 2023 10

Fundo
share close

O grupo mercenário Wagner não lutará mais na Ucrânia, informou a agência de notícias estatal russa TASS nesta quinta-feira (29). A decisão foi tomada após o chefe da organização, Yevgeny Prigozhin, negar a assinatura de um contrato proposto pelo governo russo.

O acordo anexaria as forças do Wagner com o Ministério da Defesa da Rússia. Por consequência, o grupo deixará de ser financiado pelo Kremlin.

No último sábado, membros do Grupo Wagner iniciaram uma rebelião contra parte do governo russo e iniciaram um movimento de dominar cidades do sul do país e marchar até Moscou.



A revolta foi encerrada na noite do mesmo dia com base em um acordo firmado pelo Kremlin e o líder do Grupo Wagner, Prigozhin.

Imagem de arquivo de 8 de abril de 2023 mostra Yevgeny Prigozhin após funeral de blogueiro militar russo Maxim Fomin — Foto: Yulia Morozova/REUTERS

Yevgeny Prigozhin, chefe do grupo Wagner, após anunciar o fim do motim contra os militares russos — Foto: Alexander Ermochenko/Reuters

Os pontos combinados foram:

  • Que Prigozhin irá se exilar em Belarus, país aliado de Moscou, e deixar o front na Ucrânia e em São Petersburgo, sua cidade natal.
  • Que nenhum outro membro do grupo Wagner que participou da rebelião será perseguido criminalmente.
  • Que os mercenários que não aderiram à revolta serão integrados ao Ministério da Defesa russo.

Membros do Grupo Wagner chegaram a Rostov-on-Don na madrugada de sábado e recuaram após acordo — Foto: Reuters

“Como se sabe, alguns dias antes da tentativa de motim, o Ministério da Defesa disse que todas as formações que executam tarefas de combate devem assinar contratos com o Ministério da Defesa”, disse Kartapolov.

“Todos começaram a implementar esta decisão… todos, exceto o Sr. Prigozhin.”

Prigozhin disse em 11 de junho que seus parceiros do Grupo Wagner não assinariam nenhum contrato com o ministro da Defesa, Sergei Shoigu, acrescentando que Shoigu era incapaz de administrar unidades militares.

Como resultado, disse o legislador, Prigozhin cometeu traição devido a “ambições exorbitantes”, dinheiro e o que ele chamou de “estado excitado”.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

tradicional-quermesse-da-capela-sagrada-familia-comeca-neste-sabado-(1o)

Prefeitura de Guarujá

Tradicional quermesse da Capela Sagrada Família começa neste sábado (1º)

Festejo será realizado aos sábados e domingos do mês, até o dia 23, com muita comida típica e animação A edição 2023 da Quermesse da Capela Sagrada Família (Rua Eugênio Amado, 90 – Jardim Las Palmas) irá acontecer aos os sábados e domingos de julho, iniciando neste sábado (1º) e terminando no dia 23, sempre a partir das 18h30. O tradicional evento será realizado em frente à Capela e conta […]

today29 de junho de 2023 10

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%