G1 Santos

Guarda filmado executando cadela após acariciá-la alega que animal tinha atitudes estranhas e que atacou o pai; VÍDEO

today30 de dezembro de 2023 2

Fundo
share close

“Tentamos de tudo para que ela fosse uma cadela tranquila: floral, adestramento e castração, tudo com indicação de profissionais. A cachorra sequer saia para rua porque se transformava quando colocava a guia, atacava tudo e todos”, disse o guarda, por intermédio do advogado.

Ele contou, por meio de nota enviada pelo advogado Felipe Pires de Campos, que recebeu uma ligação da mãe desesperada, pois o animal havia atacado o pai. “Depois ligou novamente falando que ela também estava ferida”, disse o defensor.

O guarda municipal afirmou que, ao chegar em casa, viu o quintal cheio de sangue. “Fiquei paralisado, em estado de choque ao ver isso. Não sabia como ir atrás da cadela que estava ainda surtada, mas como ela fugiu fiquei com medo de vitimar mais alguém”.



(à esq.) Braço do pai do guarda municipal machucado após ataque da cadela e (à dir.) vídeo do animal o atacando, em São Vicente (SP) — Foto: Arquivo Pessoal e Reprodução

“A encontrei a algumas ruas ainda com comportamento estranho. Trouxe ela no colo, porém vi que ela não estava em seu comportamento ‘normal’, ela iria acabar matando mais alguém naquele estado”, disse, por intermédio do advogado.

Ele disse, ainda, que se viu sem opção e resolveu proteger terceiros de problemas. “Estou muito triste com tudo isso e não queria esse final. […] Não quero ser condenado antecipadamente pela população como em outros casos. Prestei minhas declarações e entreguei minha arma às autoridades policiais”.

O advogado de defesa do guarda, Felipe Pires de Campos, afirmou que está à disposição da Justiça para esclarecer o que for necessário. “Principalmente não ser condenado antecipadamente pela internet como em tantos casos que temos visto por aí”.

Pai de guarda municipal teria sido atacado por cadela, antes que o filho a executasse, no bairro Beira Mar, em São Vicente (SP) — Foto: Arquivo Pessoal

A morte da cadela ocorreu no bairro Beira Mar, em São Vicente. As imagens das câmeras de monitoramento mostram o guarda em uma motocicleta com o animal no colo. Ele chegou a olhar para os lados antes de disparar contra o animal, usando uma arma particular, segundo a prefeitura. Após o tiro, a cadela cai na rua.

As imagens ainda mostram que ele deixou o local de moto. Passado um tempo, o guarda voltou à cena do crime, se agachou em frente ao animal. Nessa hora, moradores aparecem para ver o que havia acontecido. Quando as pessoas deixam o local, ele se levanta e volta com um saco. Ele embrulha o animal e o arrasta para a calçada.

Policiais do 2ºDP receberam denúncias e registraram um boletim de ocorrência sobre o caso. No documento, há a informação que os agentes conversaram com a mãe do guarda. Ela contou que a cadela foi executada após ter atacado ela, com mordidas na perna e no braço, e o marido, na barriga.

GCM de Santos, SP, foi filmado matando a própria cachorra a tiro, no bairro Beira Mar, em São Vicente — Foto: Reprodução

Diante disso, ela contou ter chamado o filho, que matou o animal com disparo de arma de fogo. De acordo com o boletim de ocorrência, os policiais civis verificaram que os pais do guarda estavam com curativos devido ao ataque.

O guarda também esteve na delegacia três dias após o crime. Ele prestou depoimento e apresentou registros de atendimentos médicos prestados aos pais. Ele foi liberado por falta de flagrante.

Em nota, a Prefeitura de Santos, por meio da Secretaria de Segurança, informou ser contrária a qualquer ato de crueldade contra animais. O Executivo ressaltou que o guarda municipal responderá um processo disciplinar, conforme rege o Estatuto do Servidor de Santos, e estará sujeito a penalidades que podem culminar na exoneração do cargo, conquistado em concurso público.

A administração municipal ressaltou que o investigado nunca usou armamento no exercício das funções, pois não tem autorização da GCM. O caso será acompanhado pela Corregedoria.

O caso foi registrado como crime ao meio ambiente – prática de ato de abuso a animais no 2° DP de São Vicente, onde é investigado.

Após matar próprio animal a tiro, guarda municipal o coloca dentro de um saco, no bairro Beira Mar, em São Vicente (SP) — Foto: Reprodução

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

autoridade-portuaria-de-santos-abre-chamamento-publico-para-interessados-em-terminal-de-combustiveis

G1 Santos

Autoridade Portuária de Santos abre chamamento público para interessados em terminal de combustíveis

Segundo a APS, o STS 08 conta com 168,3 mil m² e está localizado na Alemoa, na margem direita do Porto de Santos. Ele foi a leilão em novembro de 2021, quando não havia interessados. A APS firmará um contrato de arredamento caso haja apenas um ofertante. Já em caso de dois, será feita uma licitação. "A autoridade portuária pública tem o dever de planejar o crescimento do Porto, uma […]

today29 de dezembro de 2023 6

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%