G1 Santos

Guarujá solicita alterações no projeto do túnel Santos-Guarujá e Governo de SP vai estudar proposta

today14 de março de 2024 5

Fundo
share close

A prefeitura ressaltou a necessidade de uma conexão subterrânea do túnel à Rodovia Cônego Domênico Rangoni e sugeriu que o fluxo de veículos nas vias próximas ao túnel fosse repensado, a fim de garantir um equilíbrio de veículos leves e pesados, além da fluidez no trânsito.

Os secretários municipais de Planejamento e de Infraestrutura e Obras, Polliana Iamonti e Adilson de Jesus, respectivamente, apresentaram as sugestões na capital paulista ao secretário Rafael Benini, da SPI. Durante a abertura da Consulta Pública do projeto, em Brasília, o governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) considerou acatar as solicitações “A gente tem que pensar além”, disse. (veja abaixo)

O estudo apresentado pela Prefeitura prevê, por exemplo, outras rotas paras os caminhões que deixam o Porto de Santos. Com base no atual projeto, os motoristas de veículos pesados têm como opção apenas a Avenida Presidente Vargas, que, segundo a prefeitura, não tem capacidade para atender a demanda — são esperados 4.409 por dia ou 180 caminhões por hora.



Obras do túnel Santos-Guarujá confirmado pelo PAC — Foto: Autoridade Portuária de Santos

Os secretários de Guarujá ressaltaram que, se o projeto for mantido, as consequências podem ser fatais, com “aumento de acidentes como atropelamentos de ciclistas e pedestres na via”.

A construção de um viaduto sobre a Praça 14 Bis, em Vicente de Carvalho, também foi criticada. De acordo com a administração municipal, uma passagem subterrânea já havia sido sugerida.

“Independentemente de seu desenho, em linha com as atuais práticas de desenho urbano e urbanismo adotadas em todo o mundo, não é cabível a construção de uma infraestrutura elevada em uma área de urbanização consolidada”, diz a prefeitura.

No encontro, realizado na última quinta-feira (7), os secretários de Guarujá destacaram que o projeto e a obra do túnel vão impactar uma região de urbanização consolidada, com uso residencial, comercial e de serviços.

A área, de acordo com a prefeitura, tem função urbana estratégica de ligação do Aeroporto de Guarujá com a Rodovia Cônego Domênico Rangoni.

Projeto de túnel que ligará Santos a Guarujá — Foto: Reprodução/Vou de Túnel

A proposta desenvolvida pelo município busca realizar o prolongamento do túnel por meio de Vicente de Carvalho [de forma subterrânea], sem eliminar as travessias existentes, aproveitando ligação com Aeroporto Metropolitano de Guarujá, onde se propõe um sistema viário de acesso à Rodovia Cônego Domenico Rangoni.

A prefeitura sugeriu, ainda, a adoção de pedágio com o sistema free-flow na rodovia , onde a cobrança é feita por câmeras inteligentes de maneira automática, sem necessidade de cabines e alargamentos viários.

Governador vai considerar as sugestões

“Será que não é o caso a gente fazer a ligação do túnel na Cônego Domenico Rangoni? E aí vamos ter um desafio de geotecnia para transpor, mas é importante transpor.” disse Tarcísio.

Além da ligação viária, Tarcísio revelou a possibilidade de incluir a revitalização da Perimetral da margem esquerda do Porto no projeto. “O acesso na Rua do Adubo é inadequado para um porto como o que temos. Será que podemos pensar na revitalização dentro desse projeto? Essa é a hora de ser ousado e fazer a diferença”, complementou o governador.

Outra proposta prevista no projeto do Túnel Santos-Guarujá é a implantação de um ramal do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) no percurso, fazendo a integração entre os municípios de forma ágil, sem a necessidade de caminhada entre estações.

O governador Tarcísio de Freitas também falou sobre o tema em Brasília. Segundo ele, o compromisso das entidades envolvidas no projeto é com a mobilidade urbana e, portanto, garantiu a transposição do equipamento. “O VLT vai chegar no Guarujá”, afirmou.

Segundo a administração municipal, o traçado que deverá ser realizado pelo equipamento passará por discussões entre a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) e a concessionária BR Mobilidade, que atualmente opera o VLT.

Ainda estão previstas ao menos duas estações de VLT em Guarujá, sendo uma na Praça 14 Bis e outra nas proximidades do Terminal de Passageiros do Aeroporto Metropolitano de Guarujá, que iniciou a sua primeira fase de obras neste mês.

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

viloes-da-vida-marinha,-redes-e-petrechos-de-pesca-descartados-viram-utensilios-de-cozinha;-video

G1 Santos

Vilões da vida marinha, redes e petrechos de pesca descartados viram utensílios de cozinha; VÍDEO

Um projeto da Baixada Santista, no litoral de São Paulo, trouxe uma nova utilidade para uma das maiores ameaças à vida marinha: os apetrechos e redes de pesca descartados incorretamente por pescadores. A iniciativa do Instituto Gremar transforma esse material em utensílios de cozinha, como espátulas, pegadores e colheres. Segundo a bióloga do Gremar, Carolina Ortega, em 2023 um a cada dez animais marinhos deram entrada mortos ou feridos no […]

today14 de março de 2024 2

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%