Gospel Prime

Hezbollah recruta brasileiros para ataques contra judeus

today5 de março de 2024 6

Fundo
share close

O grupo terrorista Hezbollah, financiado pelo Irã, teria recrutado brasileiros para realizar ataques contra a comunidade judaica no Distrito Federal, revelou uma reportagem do Fantástico. A Polícia Federal (PF) evitou um ataque terrorista iminente no Brasil após receber um alerta dos Estados Unidos.

Lucas Passos Lima, preso em novembro de 2023 ao retornar de sua segunda viagem ao Líbano, foi um dos recrutados pelo Hezbollah. Em sua posse, foram encontrados vídeos de sinagogas e um cemitério judeu em Brasília e Águas Claras, que estavam em uma lista de oito possíveis alvos da comunidade judaica. Um relatório sobre um rabino também foi descoberto com Lucas.

A PF investiga Mohamad Khir Abdulmajid, um sírio naturalizado brasileiro, como o principal envolvido no recrutamento no Brasil para o grupo extremista. Ele é procurado pela Interpol e teria aliciado pelo menos cinco brasileiros.

Lucas e Mohamad são réus por crimes de terrorismo e organização criminosa. A PF continua a investigação para identificar outros brasileiros que possam ter sido recrutados pelo Hezbollah.

André Lajst, cientista político especializado em Israel e Oriente Médio, destacou a gravidade da ameaça terrorista no Brasil, reforçando que as evidências do recrutamento pelo Hezbollah são cada vez mais claras. Ele alertou que o antissemitismo do regime iraniano e seus grupos terroristas representam uma ameaça não apenas a Israel e aos judeus, mas à comunidade internacional como um todo, incluindo o Brasil.






Todos os créditos desta notícia pertecem a Gospel Prime.

Por: Redacao

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

israel-critica-onu-pela-demora-em-investigar-crimes-do-hamas

Gospel Prime

Israel critica ONU pela demora em investigar crimes do Hamas

A representante da ONU para crimes sexuais em conflitos apresentou um relatório nesta segunda-feira (04) na sede da organização, denunciando que estupros coletivos ocorreram durante o ataque do grupo extremista Hamas em 7 de outubro em Israel. Conforme o documento de 24 páginas, resultado de mais de duas semanas de investigações no local, há evidências “claras e convincentes” de que reféns foram vítimas de estupro enquanto estavam detidos em Gaza, […]

today5 de março de 2024 2

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%