G1 Mundo

Homem e mulher pegam 4 anos de prisão na Espanha por roubo milionário de vinhos

today6 de março de 2023 10

Fundo
share close

Um homem e uma mulher foram condenados pela Justiça espanhola, nesta segunda-feira (6), a quatro e quatro anos e meio de prisão, respectivamente, pelo roubo de 45 garrafas de vinho avaliadas em 1,64 milhão de euros (cerca de R$ 9 milhões).

Um tribunal de Cáceres definiu a sentença pelo roubo ocorrido no restaurante e hotel Atrio, localizado no centro histórico da cidade, em outubro de 2021, informou a Justiça em comunicado.

Entre os vinhos roubados havia uma garrafa de Chateau D’Yquem 1806, cujo preço era de 350 mil euros (quase R$ 2 milhões), outra da mesma vinícola da safra de 1883 (de 45.000 euros, cerca de R$ 250 mil), e vários Romanée-Conti Grand Cru de diferentes safras e alto valor.



Os dois foram “condenados como autores responsáveis de um crime de roubo” e “também deverão indenizar, conjunta e solidariamente, em 753.454 euros [pouco mais de R$ 4 milhões]” o estabelecimento.

Segundo a imprensa espanhola, os condenados são uma ex-rainha de beleza mexicana e um romeno-holandês. Os dois foram detidos em julho de 2022, na Croácia.

Os dois se hospedaram no hotel e restaurante, em um quarto no qual apenas a mulher se registrou com um passaporte suíço falso, segundo um comunicado judicial.

Após jantarem no restaurante do hotel, os dois realizaram uma visita guiada à adega e depois voltaram para o quarto.

Às duas da madrugada, a acusada telefonou para a recepção, pedindo uma salada ao “único funcionário que se encontrava no hotel-restaurante naquele momento”, detalha o comunicado.

Inicialmente, o funcionário se recusou a atender o pedido, porque estava sozinho na recepção, e porque lhe causou surpresa que o casal pedisse comida após um jantar com “menu degustação de 14 pratos”, mas acabou aceitando diante da insistência da mulher.

O homem aproveitou que o funcionário tinha saído para a cozinha para pegar uma chave eletrônica na recepção e seguiu para a adega, mas a chave não era a adequada.

“Na entrada da adega, o acusado telefonou para a mulher pedindo que ela voltasse a distrair o recepcionista”, e foi assim que ela também pediu uma sobremesa.

Então, “o acusado voltou à recepção e pegou uma chave-mestra, abrindo com ela a adega, […] onde se apoderou de 45 garrafas de vinho que guardou em uma mochila e em duas sacolas de grande tamanho, subindo imediatamente para o quarto antes que o funcionário retornasse à recepção”, diz o comunicado.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

terremoto-na-turquia-e-na-siria:-um-mes-depois,-um-balanco-da-catastrofe

G1 Mundo

Terremoto na Turquia e na Síria: um mês depois, um balanço da catástrofe

Um mês após o devastador terremoto na Turquia e na Síria, ainda não é possível fazer um balanço completo das perdas e danos. Desde já, porém, está claro que se trata de uma das mais graves catástrofes naturais das últimas décadas na região. Conta-se que o volume das vítimas crescerá, pois várias ainda não foram identificadas e outras sequer registradas oficialmente, e sobreviventes ainda procuram por seus familiares. Consultado pela […]

today6 de março de 2023 8

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%