G1 Santos

Homem é preso após tentar matar padrasto de 78 anos e deixar cadela sem andar no litoral de SP; VÍDEO

today9 de fevereiro de 2024 12

Fundo
share close

Um homem, de 35 anos, foi preso após agredir o padrasto, um idoso de 78 anos, e uma cadela em Itanhaém, no litoral de São Paulo. O g1 apurou junto à Polícia Civil que o agressor usou uma cabo de madeira de uma pá para cometer os ataques. O animal perdeu o movimento das pernas (assista acima).

O caso aconteceu no bairro Loty. Segundo o boletim de ocorrência, obtido pelo g1, o padrasto relatou à polícia que estava na cozinha e escutou o enteado, que morava em uma casa ao lado, entrando no quintal e maltratando a cadela. Ele afirmou que o homem estava “descontrolado” e puxava a coleira do animal.

Ainda de acordo com o registro policial, o idoso pediu para que o homem parasse de agredir o animal, momento em que ele também o atacou. O homem pegou a pá, que estava na mão do padrasto, e tentou bater o cabo na cabeça dele.



A cadela levou golpes de pauladas na parte traseira e, desde então, não conseguiu mais andar, conforme descrito no boletim de ocorrência. O g1 apurou que, até a última atualização desta reportagem, o animal recebia atendimento veterinário.

O idoso, por sua vez, teve parte da pele do braço direito arrancada pela pá, além de ferimentos na cabeça. Ele recebe cuidados médicos em casa.

O agressor só parou as agressões, ainda de acordo com o registro policial, quando um dos filhos do idoso e pessoas que passavam na frente da casa entraram no quintal. Na tentativa do grupo em segurá-lo, para que não matasse o padrasto, o homem sofreu um ferimento na testa. Ele fugiu logo após o ocorrido, mas acabou detido.

Homem foi preso após tentar matar padrasto de 78 anos e maltratar cadela — Foto: Polícia Civil/Divulgação

O idoso relatou o ocorrido na delegacia e, imediatamente, policiais do 3º DP procuraram pelo agressor. Ele foi encontrado pelos agentes a alguns metros da casa. Um vídeo, obtido pelo g1, mostra o momento da prisão (assista acima).

Como o homem estava com ferimentos na testa e “visivelmente alterado devido o uso de drogas”, segundo a polícia, ele foi levado até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade, onde foi medicado. Em seguida, foi para a Delegacia de Itanhaém. A pá foi apreendida.

A Polícia Civil informou à equipe de reportagem que o agressor é uma pessoa violenta e que já teria histórico de agressões contra o padrasto. Além disso, a vítima relatou aos agentes que o homem é usuário de drogas. A mãe do agressor e mulher da vítima é falecida.

O delegado titular do 3º DP, Vanderlei Cavalcante, determinou que o crime é considerado grave, já que poderia resultar na morte do idoso. Por este motivo, durante a audiência de custódia, a Justiça determinou a conversão da prisão em flagrante para preventiva.

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

idosa-enfrenta-‘maratona’-e-desfila-em-10-escolas-de-samba;-video

G1 Santos

Idosa enfrenta ‘maratona’ e desfila em 10 escolas de samba; VÍDEO

Uma idosa tem enfrentado uma verdadeira "maratona" no carnaval deste ano. Conceição Alves, de 71 anos, que costuma desfilar em aproximadamente cinco escolas de samba, decidiu dobrar a meta. Ela saiu em sete agremiações em Santos, no litoral paulista, e se prepara para sair em três em São Paulo. A aposentada e revendedora de cosméticos contou ao g1 que dos sete desfiles da noite de sexta-feira (2) na Passarela do […]

today9 de fevereiro de 2024 6

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%