Prefeitura de Guarujá

Homem que vive em abrigo municipal conquista vaga de emprego.

today21 de julho de 2022 59

Fundo
share close

Após anos vivendo nas ruas, Ângelo Coleto Hanges, 59 anos, encontrou no equipamento uma chance para recomeçar

Após uma bateria de testes, Ângelo Coleto Hanges, 59 anos, conquistou a tão sonhada recolocação no mercado de trabalho, como motorista rodoviário. O que já é uma boa notícia ganhou ares de superação, pois Ângelo mora há oito meses, na Unidade de Acolhimento José Calherani – antigo Albergue (Rua Manoel Otero Rodrigues, 389 – Jardim Boa Esperança), em Guarujá. Após viver nas ruas, ele encontrou no equipamento uma chance para recomeçar.

Natural do Rio de Janeiro, Ângelo, que é motorista profissional e formado em turismo territorial, chegou a ser casado e tem um filho. Com o fim de um contrato de trabalho em uma multinacional, ele viu as dívidas acumularem e teve que morar na rua.Tudo isso, em meio à pandemia. Para sobreviver catava latinhas e até se aventurou no paisagismo.

Após um acidente e na sequência uma cirurgia no nervo ciático, foi encaminhado para unidade municipal, que é ligada à Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social (Sedeas). No local, foi acolhido e viveu todo o processo de recuperação da cirurgia.

“Durante esse período aqui no acolhimento, conseguimos encontrar a família dele e resgatar o vínculo, o que foi um passo importante para o recomeço”, afirmou a assistente social, Rúbia Gabriela Andrade de Oliveira Araújo.



A assistente social explicou ainda que encontrou, no mês passado, uma vaga de emprego que se encaixava no perfil de Ângelo, então começou todo o processo seletivo que culminou na contratação.

Empregado há 15 dias, Ângelo permanece morando no albergue com o coração cheio de esperança de ter um novo lar. “Devo essa conquista a toda a equipe dessa unidade pelo resgate da minha saúde e vida profissional. Sou um homem renovado e pronto para os desafios que a vida me der. Carregarei essa dívida de gratidão dentro do coração”, afirmou Ângelo Coleto.

José Calherani

A unidade oferta alimentação, higienização e atendimento social, realizando estudo de cada caso e procedendo com os encaminhamentos necessários, sejam eles para área da saúde, emissão de documentação, recâmbio, entre outros.




Todos os créditos desta notícia pertecem a Prefeitura de Guarujá.

Por: Tadeu

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

regime-de-bens:-saiba-como-dividir-(ou-nao)-o-patrimonio-do-casamento

G1 Santos

Regime de bens: saiba como dividir (ou não) o patrimônio do casamento

Ninguém casa pensando em se separar. No entanto, a possibilidade precisa ser considerada. Segundo o Colégio Notarial do Brasil (CNB), só nos primeiros meses de 2022, o Brasil já registrou mais de 17 mil divórcios. No ano passado, foram concluídas mais de 80 mil separações consensuais, o maior número desde 2007. Então, é bom se planejar antes mesmo do casamento para evitar dores de cabeça na questão “quem fica com […]

today21 de julho de 2022 10

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%