G1 Santos

Homem relata desespero ao salvar mulher que não sabia nadar e caiu de balsa no litoral de SP: ‘fui ajudar’

today4 de setembro de 2023 9

Fundo
share close

Agamenon dos Santos, de 35 anos, tem sido chamado de herói desde que pulou de uma travessia de balsa para salvar uma mulher, de 48, que caiu e ficou presa embaixo do transporte marítimo que faz o transporte de pedestres e ciclistas entre Santos e Guarujá, no litoral de São Paulo. Ao g1, porém, o homem contou, nesta segunda-feira (4), que não se sente como tal.

“Não me sinto assim [herói]. O pessoal fica chamando, mas não me sinto. Só desci para ajudar a pessoa em sofrimento”, disse ele, que trabalha como armador.

Vivian Burato Silva caiu da balsa após o transporte chegar próximo ao atracadouro, do lado de Guarujá. Segundo apurado pelo g1, durante a manobra ficou um vão entre a balsa e área de desembarque, momento em que ela caiu na água.



Agamenon contou que se sente bem por ter ajudado, mas ainda não processou o motivo que o fez agir dessa forma. “Seria um sofrimento grande para a família [dela]. Perdi um tio, não dessa forma, mas sei como é o sofrimento para a família”.

De acordo com ele, essa foi a primeira vez que pulou da balsa para socorrer uma vítima, mas na praia já auxiliou outras pessoas em situação de afogamento. “Fiquei feliz de ter ajudado, tirado ela dali e aliviado o sofrimento dela que estava muito desesperada”.

O armador disse que estava próximo ao portão de saída quando ouviu uma multidão gritando que uma mulher tinha caído na água, mas resolveu voltar. “Eu pulei e ela não estava mais no lugar que caiu, estava do outro lado e já debaixo da balsa”.

Ele contou, ainda, que mantém contato com Vivian e o marido dela. Durante o resgate, o armador chegou a machucar o pé. “Eles ficam perguntando se preciso de ajuda e ela me agradece sempre”. O homem explicou que um ferro cortou o pé dele e, por isso, está com dor para pisar no chão.

Mulher caiu no mar durante a travessia de balsas entre Santos e Guarujá e ficou presa embaixo da embarcação — Foto: Arquivo Pessoal

Vivian contou que havia deixado o trabalho em Santos e voltava para Guarujá, onde mora. “A balsa em que eu estava era a FB-14. Quando eu fui sair ela recuou e ficou um espaço, nisso eu cai na água. Na sequência, o transporte retornou para próximo do atracadouro e eu fiquei presa embaixo [da embarcação], me afogando”.

Ela foi salva após o piloto recuar a balsa mobilizado com os gritos dos passageiros pedindo ajuda. “A balsa se afastou e um homem pulou na água e se arriscou para me resgatar. Na sequência, os outros passageiros jogaram uma boia para me ajudar e conseguimos ficar em segurança”, explicou a mulher, que não sabe nadar.

Segundo a vítima, foram 20 minutos de angústia, entre a queda no mar e o socorro em terra. Naquele momento, de acordo com ela, um homem se identificou como coordenador de operações do transporte e disse que, no dia seguinte, a empresa entraria em contato para ressarcir a bicicleta e o celular que ela perdeu.

Vivian contou que. mais calma, conseguiu ligar para o marido que a levou ao hospital Casa de Saúde de Guarujá. “Quando eu dei entrada fui para a emergência e os médicos fizeram diversos exames. “Eu estou com vários arranhões na testa, no joelho, um machucado no nariz, no braço e o pé torcido. Mas, graças a Deus, não tenho fraturas”, contou.

O g1 entrou em contato com o Departamento de Imprensa da Secretaria de Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística (Semil) que informou que registrou acidente no atracadouro misto da embarcação FB-14 do lado Guarujá, onde uma ciclista caiu no mar.

De acordo com o órgão, as equipes do Departamento Hidroviário (DH) seguiram os protocolos de atuação e imediatamente auxiliaram no socorro da vítima, que foi resgatada com segurança e atendida pela equipe operacional.

Mulher caiu após balsa recuar e ficou presa embaixo de equipamento no litoral de SP — Foto: Arquivo Pessoal

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

mae-diz-que-suspeito-de-atacar-filha-durante-aula-no-litoral-de-sp-queria-mata-la

G1 Santos

Mãe diz que suspeito de atacar filha durante aula no litoral de SP queria matá-la

"Foi quase no peito, ia dar a facada para matar mesmo", disse a mãe, que não quis se identificar. A mulher contou, ainda, que o homem deu vários golpes na filha, mas só um a perfurou. "Ela [vítima] disse que sentia a faca encostando na barriga, mas Deus colocou a mão e não deixou furar [mais]". A adolescente foi atingida no tórax e está internada no Hospital Santo Amaro (HSA) […]

today4 de setembro de 2023 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%