G1 Santos

Idosa de 72 anos é empurrada em assalto, bate a cabeça e filha diz: ‘poderia ter começado o ano enterrando a minha mãe’

today6 de janeiro de 2024 6

Fundo
share close

Uma idosa, de 72 anos, levou seis pontos na testa após bater a cabeça no chão ao ser empurrada por um bandido, enquanto ele puxava uma correntinha do pescoço dela, em Guarujá, no litoral de São Paulo. Ao g1, a filha dela contou, neste sábado (6), que a mulher ficou com o rosto ‘lavado’ de sangue. “Poderia ter começado o ano enterrando a minha mãe”, desabafou ela.

O caso aconteceu na Avenida Puglisi, no Centro da cidade. Segundo a filha da vítima, que prefere não se identificar, a idosa foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Rodoviária e, em seguida, ao Hospital Santo Amaro (HSA), ambos em Guarujá. Conforme apurado pela equipe de reportagem, ninguém foi preso.

De acordo com a filha da vítima, o crime aconteceu enquanto a idosa voltava para casa após comprar pão em um mercado. “O bandido a empurrou pelo peito, já segurando a correntinha, mas foi com uma brutalidade tão grande. Ele a arremessou com a cabeça na calçada, perto do meio-fio”, explicou.



“O sentimento é uma mistura de indignação com revolta e até vontade de fazer Justiça”, desabafou a filha da vítima. “Eu poderia ter começado o ano enterrando a minha mãe. A foto dela toda machucada já diz muito”.

Rosto ‘lavado’ de sangue e pontos

A filha dela acrescentou que, além dos seis pontos na cabeça, a idosa também levou dois pontos na mão direita – machucada ao ‘aparar’ a queda na calçada – e sofreu machucados nas pernas e braços.

“O pior foi ter batido a testa com muita força na calçada”, afirmou a filha dela. “Ela é uma senhora de 72 anos, que fez sua contribuição para a sociedade, ficando a mercê de vagabundos”.

Uma imagem, enviada pela família da vítima à equipe de reportagem, mostra uma ‘mancha’ de sangue na calçada onde o crime teria ocorrido (veja abaixo). Os familiares da idosa também registraram um boletim de ocorrência sobre o caso por meio da internet.

Sangue de idosa ficou ‘manchado’ na calçada onde o crime aconteceu — Foto: Arquivo Pessoal

Ao g1, a Prefeitura de Guarujá lamentou o ocorrido. Por meio de nota, informou que a “segurança e a preservação da ordem pública são competências constitucionais do Governo Estadual”.

Apesar disso, o município alegou fazer a “própria parte”, mantendo o apoio da Guarda Civil Municipal (GCM) nas vias públicas. “A administração municipal investe R$ 4,4 milhões anualmente em recursos para o apoio às forças policiais estaduais em suas atividades de segurança na cidade. São beneficiadas com o aporte as polícias Militar e Civil, além do Corpo de Bombeiros”.

A prefeitura acrescentou que, atualmente, mantém ainda o Programa de Atividade Delegada, com 600 policiais por mês, em horário de folga, reforçando o patrulhamento na cidade, e a cessão de espaços para a atuação das forças de segurança.

O município informou também ter solicitado ao estado o aumento do efetivo policial permanente do efetivo presente na cidade, que possui um déficit superior a 30%.

“Atualmente, Guarujá conta com o reforço de 436 policiais militares que atuam na Operação Verão. O município solicitou ao Estado que a segurança seja intensificada na região central da cidade”, finalizou.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

esloveno-com-crianca-na-cadeirinha-de-bicicleta-e-executado-em-sp;-video

G1 Santos

Esloveno com criança na cadeirinha de bicicleta é executado em SP; VÍDEO

Um homem de nacionalidade eslovena, de 43 anos, foi morto a tiros na frente da esposa e do filho, em Santos, no litoral de São Paulo. Um vídeo, obtido pelo g1 neste sábado (6), mostra a criança em uma cadeirinha na bicicleta caindo no chão após a vítima, identificada como Dejan Kovac, ser executada (assista acima). O caso aconteceu na Rua São José, no bairro Embaré, na noite da última […]

today6 de janeiro de 2024 6

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%