G1 Mundo

Idoso morre, e corpo é encontrado 6 anos depois em casa no Reino Unido

today12 de maio de 2023 9

Fundo
share close

Seis anos após sua morte, o corpo de Robert Alton, de 70 anos, foi descoberto em março, em Bolton, no condado metropolitano de Grande Manchester, noroeste da Inglaterra.

O cadáver foi encontrado na casa onde o idoso era inquilino por um funcionário do Bolton at Home, grupo proprietário desta e de outras 18 mil residências na região.

O jornal “The Guardian” afirmou que o funcionário forçou a entrada no imóvel para realizar uma vistoria e descobriu o corpo de Alton. Junto ao cadáver estavam uma pilha de correspondências fechadas de meio metro de altura, alimentos com datas de validade de 2017 e um par de óculos de leitura colocados em um guia de TV de 4 de maio do mesmo ano.



“A investigação subsequente da polícia e do legista concluiu que a morte de Robert não era suspeita e que ele provavelmente morreu em maio de 2017”, disse Noel Sharpe, diretor do grupo, em comunicado.

O “The Guardian” explicou que o senhorio continuou a receber o aluguel de Alton automaticamente por meio de benefícios habitacionais. Já as autoridades locais, aparentemente, não agiram em relação aos crescentes impostos atrasados.

Segundo Sharpe, o grupo Bolton at Home realizou diversas tentativas de entrar em contato com Alton ao longo dos anos para organizar verificações de segurança de gás, mas elas não foram o suficiente.

“Todos no Bolton at Home ficaram profundamente chocados com isso e percebemos que vai preocupar e incomodar as pessoas ao saber que o corpo permaneceu sem ser descoberto por tanto tempo”, disse Sharpe. “É completamente inaceitável para nós que algo assim tenha acontecido e tomamos medidas para reduzir o risco de isso acontecer novamente.”

Quando o corpo foi descoberto, em março, a polícia do condado metropolitano de Grande Manchester realizou buscas por possíveis parentes e conhecidos de Alton, mas ninguém foi encontrado ou se pronunciou.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

violencia-de-direita-e-ameaca-crescente-nas-escolas-da-alemanha

G1 Mundo

Violência de direita é ameaça crescente nas escolas da Alemanha

"Os temas racismo, sexismo e homofobia concernem a todos nós ", lembrou aos manifestantes o professor Max Teske. "É uma ameaça para toda a sociedade." Os cartazes pintados à mão reforçam: "Nazistas fora das escolas", "Quem não faz nada é cúmplice", "Nada de ódio na escola", "Colorido em vez de marrom" (a cor dos uniformes nazistas). No fim de abril, Teske e sua colega Laura Nickel estamparam manchetes em todo […]

today12 de maio de 2023 3

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%