G1 Mundo

Imagens de satélite mostram fila de caminhões com ajuda humanitária para Gaza perto da passagem de Rafah

today21 de outubro de 2023 6

Fundo
share close

A ONU estima que os veículos conseguirão autorização para entrar no território no sábado (21). O presidente dos EUA, Joe Biden, disse na sexta-feira (20) acreditar que a ajuda chegará em entre 24 a 48 horas.

Imagem Maxar Technologies/Handout via REUTERS Imagem Maxar Technologies/Handout via REUTERS

O lado de Gaza na passagem de Rafah em 15 de outubro de 2023 (esquerda) e em 20 de outubro de 2023 (direita). — Foto 1: Maxar Technologies/Handout via REUTERS — Foto 2: Maxar Technologies/Handout via REUTERS



Inicialmente, o governo de Israel havia bloqueado a entrada de água, alimentos, eletricidade e combustível em Gaza. No entanto, apelos da comunidade internacional e, principalmente, um encontro com Joe Biden, presidente dos Estados Unidos, em Tel Aviv, convenceram Benjamin Netanyahu, primeiro-ministro israelense, a autorizar o envio de ajuda humanitária para o território.

Um porta-voz da Presidência egípcia disse na quarta-feira (19) que estava coordenando, junto com os norte-americanos e com organizações humanitárias internacionais sob a supervisão da ONU, uma forma de garantir a chegada de ajuda.

Num comunicado, o gabinete de Netanyahu afirmou que “não impedirá” as entregas de alimentos, água e medicamentos, desde que os fornecimentos não cheguem ao Hamas. Não houve menção a combustível, que é essencial para abastecer os geradores dos hospitais locais.

“O combustível também é necessário para geradores hospitalares, ambulâncias e usinas de dessalinização – e instamos Israel a adicionar combustível aos suprimentos vitais autorizados a entrar em Gaza”, disse o diretor geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, em coletiva de imprensa.

Um segundo comboio de caminhões perto de Sheikh Zuweid, Egito, 20 de outubro de 2023. — Foto: Maxar Technologies/Handout via REUTERS

Após o ataque massivo do grupo terrorista Hamas contra Israel no último dia 7, que matou centenas de pessoas, o país impôs um bloqueio total ao território palestino, interrompendo a entrada de água, comida, combustível e eletricidade. Desde então, a situação para os mais de 2,3 milhões de palestinos que vivem em Gaza vem se deteriorando rapidamente.

“O direito humanitário internacional é muito claro: você não pode fazer uma população inteira passar fome. Você não pode usar ajuda, comida ou água como um instrumento de guerra para qualquer fim político ou militar”, afirmou Marwan Jilani, diretor geral da organização Crescente Vermelho para a Palestina (como é chamada a Cruz Vermelha em países islâmicos), à emissora Al Jazeera.

Para a Organização das Nações Unidas (ONU), o cenário é desastroso: não há eletricidade desde o dia 11, a insegurança alimentar só aumenta e o sistema de saúde está à beira do colapso.

Agências da ONU já alertaram que o território só tem comida para menos de uma semana e que a usina de dessalinização de água de Gaza foi desligada, aumentando o risco de mais mortes por falta de água, desidratação e doenças por ingestão de água contaminada.

Caminhões de ajuda humanitária aguardam para entrar em Gaza pelo Egito

Caminhões de ajuda humanitária aguardam para entrar em Gaza pelo Egito




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

governo-brasileiro-acredita-que-vitoria-de-milei-representaria-‘retrocesso-diplomatico’-nas-relacoes-entre-brasil-e-argentina

G1 Mundo

Governo brasileiro acredita que vitória de Milei representaria ‘retrocesso diplomático’ nas relações entre Brasil e Argentina

Ao longo de sua campanha à presidência da Argentina, o candidato radical de extrema-direita deu uma série de declarações, críticas, ataques ao governo brasileiro e diretamente à figura do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Governo brasileiro teme vitória de Milei na Argentina Segundo apuração do repórter da GloboNews, Guilherme Balza, uma fonte de governo brasileiro disse “que uma vitória de Javier Milei representará um retrocesso diplomático sem precedentes […]

today21 de outubro de 2023 8

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%