G1 Mundo

Incêndios no Chile: brasileiro relata cenas à lá ‘The Walking Dead’, carros em direção contrária e botijões explodindo

today7 de fevereiro de 2024 1

Fundo
share close

Trata-se da maior tragédia chilena desde 2010, quando um terremoto de magnitude de 8,8 graus gerou um tsunami no litoral do país. Agora, neste início de fevereiro de 2024, mais de uma década depois, outra tragédia assola o Chile: focos de incêndios mortais que devastaram as cidades de Valparaíso e Viña del Mar e destruíram mais de 15 mil moradias.

“Não sei se vocês já viram a série ‘The Walking Dead’, cenas assim, de carros amontoados e em direção contrária, abandonados… Basicamente essa era a cena inicial: bombeiros tentando passar e as pessoas já na rua oferecendo água para molhar o rosto.”

Foto de 4 de fevereiro de 2024 mostra carros destruídos em rua de Viña del Mar após incêndios florestais no Chile — Foto: Sofia Yanjari/Reuters



O fogo começou em uma área no Parque Nacional Peñuelas, uma grande reserva florestal. Rajadas de vento de até 80 km/h foram empurrando as chamas mais para dentro, para a área mais habitada da região.

“Todo o fogo, as casas tendo sido queimadas tão rápido, as explosões… Parecia um cenário de guerra.”

Outros dois pontos contribuíram para os incêndios: o tempo seco, característico do Chile, e o forte calor.

“Mas o problema não foi dentro do bairro. O problema foi sair do bairro, aí que foi onde estava o desespero, porque até ali a gente estava sendo rodeado por focos de incêndio, mas pra sair do bairro, a gente teve que passar pelos focos de incêndio”, disse ele.

Cleo conta que a geografia da região, com muitos morros e montanhas, dificultou que ele tomasse dimensão da tragédia.

“Era um cenário apocalíptico. […] Escutava muitas explosões e eu não conseguia entender, a princípio, as explosões e achava que eram as árvores caindo. Mas eu estava só tentando achar uma explicação, porque na verdade nem eu me convencia dessa explicação. Depois, eu entendi que eram botijões de gás que estavam explodindo dentro das casas”, disse ele.

“Uma das cenas mais comuns é gente de carro, né? Tipo, nessas horas, você pegar o carro [é o] mesmo que pedir para não conseguir ir a lugar nenhum, todo mundo tem a mesma ideia e você termina engarrafado”, complementou.

Sobrevivente de incêndio no Chile: “Cenário apocalíptico”

Sobrevivente de incêndio no Chile: “Cenário apocalíptico”

Incêndios no Chile: geografia, clima e ação humana

Incêndios no Chile: geografia, clima e ação humana

O que você precisa saber:

O podcast O Assunto é produzido por: Mônica Mariotti, Amanda Polato, Carol Lorencetti, Gabriel de Campos, Luiz Felipe Silva e Thiago Kaczuroski. Neste episódio colaborou: Sarah Resende.

VEJA CORTES DO PODCAST O ASSUNTO EM VÍDEO




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

explosoes-perto-de-escritorios-de-candidatos-no-paquistao-matam-22-na-vespera-das-eleicoes

G1 Mundo

Explosões perto de escritórios de candidatos no Paquistão matam 22 na véspera das eleições

O primeiro ataque, que matou 12 pessoas, ocorreu no gabinete de um candidato eleitoral independente no distrito de Pishin. A segunda explosão foi em Qilla Saifullah, uma cidade perto da fronteira com o Afeganistão, que detonou perto de um escritório do Jamiat Ulema Islam — um partido religioso que já foi alvo de ataques, segundo autoridades locais. Até a publicação desta matéria, a polícia local não informou quem estava por […]

today7 de fevereiro de 2024 1

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%