G1 Mundo

Influencer brasileira que denunciou estupro coletivo na Índia mostra ferimentos: ‘Não desejo a ninguém’

today3 de março de 2024 5

Fundo
share close

O casal faz viagens de motocicleta e tem um perfil nas redes sociais no qual deu detalhes do ataque: “Algo aconteceu com a gente que não desejo a ninguém. Sete homens me estupraram, eles nos bateram e nos roubaram, apesar de não levarem muitas coisas porque o que eles queriam era me estuprar. Estamos no hospital com a polícia”, disse Fernanda.

“Meu rosto está assim, mas não é o que mais me dói. Achei que íamos morrer. Graças a Deus estamos vivos.”

O casal Fernanda Santos e Vicente Barbera denunciou um estupro coletivo durante viagem à Índia — Foto: Reprodução



Fernanda e Vicente viajavam de moto até o Nepal, segundo a imprensa local, mas decidiram acampar Dumka e foram atacados pelo grupo durante a noite.

As vítimas receberam atendimento médico e denunciaram o crime às autoridades policiais, que identificaram os suspeitos. Até o momento, três foram localizados e presos.

Em um vídeo publicado no perfil, Vicente mostrou os ferimentos na cabeça e na boca.

“Fernanda está pior do que eu. Eles me bateram com o capacete várias vezes e com uma pedra na cabeça. Graças a Deus ela estava vestindo a jaqueta [de motociclista] e isso amorteceu um pouco dos golpes.”

Ao g1, a embaixada do Brasil em Nova Déli informou que o crime ocorreu enquanto a vítima viajava junto com o marido dela – de origem espanhola – pelo continente asiático.

Em nota, a embaixada brasileira afirmou que “seguirá à disposição para prestar toda a assistência cabível e acompanhar todos os desdobramentos do caso, em estreita coordenação com as autoridades espanholas e indianas”.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

presos-fogem-no-haiti-apos-gangues-armadas-atacarem-uma-prisao

G1 Mundo

Presos fogem no Haiti após gangues armadas atacarem uma prisão

Entre os detidos na prisão, estão os acusados do assassinato do presidente Jovenel Moïse em 2021. Haiti: polícia identifica 28 suspeitos do assassinato do presidente Jovenel Moise Um grupo de presos escapou da prisão nacional de Porto Príncipe, no Haiti, neste sábado (02), depois de um ataque de gangues armadas e em meio a uma onda de distúrbios que abala o país há vários dias, informaram a embaixada francesa e […]

today3 de março de 2024 9

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%