G1 Santos

Instituto busca ‘tutor ideal’ para cadela resgatada em Petrópolis após tragédia: ‘problema emocional seríssimo’

today29 de junho de 2022 6

Fundo
share close

Sofia tem aproximadamente 8 anos e recebe tratamento do Instituto Viva Bicho, em Santos, no litoral de São Paulo.



Vídeo mostra cadela resgatada após tragédia em Petrópolis

Vídeo mostra cadela resgatada após tragédia em Petrópolis

O Instituto Viva Bicho, em Santos, no litoral de São Paulo, está em busca do ‘tutor ideal’ para Sofia, cadela que foi resgatada em Petrópolis, no Rio de Janeiro, após a maior tragédia já registrada na história do município, em fevereiro deste ano. Segundo a entidade, ela tem um “problema emocional seríssimo”, está em tratamento e precisa de um lar que acolha suas necessidades – que são poucas, mas essenciais.

O Instituto afirma que o tutor ideal para a vira-lata seria um casal de idosos com rotina tranquila, já que Sofia tem aproximadamente 8 anos, é muito dócil e costuma ficar horas deitada. O comportamento se deve, em partes, ao trauma sofrido na tragédia em Petrópolis.

Cadela Sofia no dia em que foi resgatada em Petrópolis (RJ), após tragédia em fevereiro de 2022 — Foto: Reprodução/Instituto Viva Bicho Santos

Leila Abreu, que é pós-graduada em bem-estar e comportamento animal e integra a equipe do Instituto, explicou que é possível, sim, que animais desenvolvam quadros traumáticos e até sequelas devido a algum episódio marcante.

“A Sofia passou por um estresse muito grande e ficou em estado de choque por um bom tempo. Ela ficou no abrigo de Petrópolis isolada dos outros, porque não se deixava tocar, não parava de tremer, não comia e não bebia. E durante muitos dias ficou assim”, explica.

Leila conta que a cadela seguiu naquele estado até que uma médica veterinária contatou o Instituto Viva Bicho de Santos solicitando um tratamento específico para a vira-lata. A equipe acolheu o animal e iniciou o tratamento físico e psicológico com homeopatia e florais voltados para questões emocionais de ansiedade, medo e insegurança.

Instituto Viva Bicho Santos acolheu Sofia após tragédia em Petrópolis — Foto: Reprodução/Instituto Viva Bicho Santos

“Mudamos o comportamento dela. Tiramos ela do ambiente estressante, colocamos num ambiente absolutamente silencioso e ela começou a demonstrar algumas reações. Hoje, se qualquer animal chega perto dela, ela morre de medo. Mas, é extremamente dócil com as pessoas”, comenta Leila.

A especialista em comportamento e bem-estar animal acrescenta que o tutor ideal de Sofia deve entender suas necessidades. “Ela passa 24 horas por dia no sofá, só tem que descer para fazer as necessidades no tapete higiênico. É uma cachorra muito caseira. Não é para famílias com criança, por exemplo, mas para pessoas com mais de idade”, pontua.

O Instituto Viva Bicho de Santos realiza uma seleção para a escolha dos tutores dos animais acolhidos e com Sofia não é diferente. Interessados que se encaixem no perfil podem entrar em contato pelo número: (13) 99610-5629.

Cadela Sofia teve melhora significativa no comportamento social — Foto: Reprodução/Instituto Viva Bicho Santos

No último dia 15 de fevereiro, dezenas de pessoas morreram em Petrópolis, na Região Serrana do Rio de Janeiro, após uma tempestade, que causou deslizamentos e outras tragédias.

Quase um mês depois, no dia 4 de março deste ano, a Prefeitura de Petrópolis confirmou que o número de mortos atingiu 233, e quatro pessoas ainda estavam desaparecidas. Os impactos da tragédia atingiram milhares de famílias, que perderam entes queridos, bens e moradias.

Vista aérea após o deslizamento de terra em Petrópolis (RJ), em fevereiro de 2022 — Foto: Presidência da República (via AFP)

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos

Newsletter G1 Created with Sketch.

O que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.

Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita.

Obrigado!

Você acaba de se inscrever na newsletter Resumo do dia.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

procuradora-agredida-comemora-decisao-da-justica-de-tornar-agressor-reu-por-tentativa-de-feminicidio;-video

G1 Santos

Procuradora agredida comemora decisão da Justiça de tornar agressor réu por tentativa de feminicídio; VÍDEO

Em um vídeo, obtido pelo g1 nesta quarta-feira (29), a profissional se posicionou sobre a decisão da Justiça e também aconselhou outras mulheres que são vítimas de violência. Gabriela disse que ficou sabendo da decisão através do advogado dela, Alberto Zacharias Toron, e que ficou muito feliz com a notícia. Ela acredita que a população tem o direito de acompanhar o caso e cobrar providências do poder judiciário. Procuradora-geral aconselha […]

today29 de junho de 2022 70

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%