G1 Mundo

Interrupção de fábrica da Tesla, alta de 166% no custo do transporte e queda de 1,3% no comércio mundial: entenda as consequências dos ataques dos Houthis

today12 de janeiro de 2024 11

Fundo
share close

Petróleo, gás natural, grãos, brinquedos, eletrônicos e outros produtos que geralmente são levados até a Europa em cargueiros que atravessam o Canal do Suez podem demorar mais para chegar. Cerca de 12% do comércio global passa pelo canal, segundo a Associated Press.

Os navios da BP, uma das maiores empresas de transporte de petróleo do mundo, estão dando a volta no continente africano para evitar o Mar Vermelho.

Na ponta sul do Mar Vermelho fica o Golfo de Aden. Por lá, há passagem intensa de navios com destino ao Canal do Suez, que fica na ponta norte do Mar Vermelho. Essa é a principal rota entre a Ásia e a Europa.



Cerca de 40% do comércio entre os dois continentes passa pela área. Diversos tipos de produtos são transportados dessa forma, mas o principal é petróleo. Segundo a plataforma de agendamento de cargas Freithtos Groups, mais de 1 milhão de barris de petróleo passam pelo Canal de Suez por dia.

Grandes empresas de de transporte, incluindo a Maersk, estão evitando o Mar Vermelho e enviando seus navios ao redor da África e do Cabo da Boa Esperança. Por causa disso, as viagens ficam mais demoradas (de uma a duas semanas, na média) e mais caras.

Pelo menos 90% dos navios que levam contêineres que costumavam atravessar o Canal de Suez agora estão seguindo rotas ao redor da ponta da África, afirmou Simon Heaney, gerente sênior de pesquisa de contêineres da Drewry, uma consultoria de pesquisa marítima.

O custo de transporte de um contêiner padrão da China para o norte da Europa aumentou de U$ 1.500 (R$ 7.300) para U$ 4.000 (R$ 19,5 mil), de acordo com o Instituto Kiel para a Economia Mundial na Alemanha. É uma alta de 166%. Ainda é menos do que os $ 14.000 (R$ 68 mil) que eram cobrados na época da pandemia.

Por causa dos atrasos, houve uma queda de 1,3% no comércio mundial em dezembro.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

china-diz-que-vai-‘esmagar’-qualquer-plano-de-independencia-de-taiwan-e-que-isso-seria-‘incompativel-com-a-paz’

G1 Mundo

China diz que vai ‘esmagar’ qualquer plano de independência de Taiwan e que isso seria ‘incompatível com a paz’

O Exército vai defender a soberania e integridade territorial chinesas de forma decidida, disse Zhang Xiaogang, um porta-voz do Ministério da Defesa. Ele afirmou isso ao responder um comentário de um jornalista sobre uma melhoria da frota aérea de Taiwan, que tem planos de comprar ainda mais aeronaves dos Estados Unidos. O Ministério da Defesa da China disse que, mesmo com a compra de armas dos EUA, o partido independentista […]

today12 de janeiro de 2024 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%