G1 Mundo

‘Irmão’ do Domo de Ferro, Domo C fica instalado em navio de guerra de Israel e interceptou drone do Iêmen no domingo; VÍDEO

today15 de abril de 2024 12

Fundo
share close

Trata-se do “Domo C”, desenvolvido pela Rafael Sistemas Avançados de Defesa, empresa ligada ao governo de Israel .

Em inglês, C Dome tem a mesma pronúncia de Sea Dome, ou Domo do Mar. É uma referência ao equipamento estar instalado em uma embarcação —uma corveta, tipo de navio de guerra.



Vídeo das Forças Armadas de Israel mostra funcionamento do Domo C — Foto: Reprodução/Forças de Defesa de Israel

Um vídeo divulgado pelas Forças de Defesa de Israel (IDF, na sigla em inglês) no domingo (14) mostra o momento em que o drone é interceptado. Foi a segunda vez na semana que o Domo C é usado —o outro foi na terça, perto de Eilat, quando se aproximava do Mar Vermelho.

Segundo a IDF, neste domingo o drone se aproximava do território israelense quando a interceptação ocorreu. De acordo com a empresa de segurança britânica Ambrey, o drone veio do Iêmen e foi destruído também perto de Eilat.

Domo C em imagem de 2022 — Foto: Divulgação/Forças de Defesa de Israel

Eilat tem sido alvo frequente de lançamentos de drones dos Houthis, grupo rebelde do Iêmen apoiado pelo Irã —ambos estão ao lado do grupo terrorista Hamas no conflito em Gaza, na Palestina. Israel mantém uma ofensiva em Gaza, controlada pelo Hamas, desde que foi invadida pelos terroristas em 7 de outubro.

Domo C intercepta drone no domingo — Foto: Arte/g1

O sistema de defesa de Israel enfrentou seu mais recente desafio na noite de sábado (13) e madrugada deste domingo (14). Enquanto lida com ataques de foguetes do grupo terrorista Hamas, o Irã lançou mais de 300 drones contra os israelenses.

Entenda a linha do tempo da escalada de tensões entre Irã e Israel

Entenda a linha do tempo da escalada de tensões entre Irã e Israel

O ataque iraniano marcou uma resposta a um bombardeio israelense contra um consulado do Irã, na Síria, em 1º de abril. Desde então, o Irã prometia uma resposta contra Israel.

“Os sistemas de defesa estão em todo o país e preparados para responder 24 horas por dia, sete dias por semana”, afirmaram as Forças de Defesa de Israel (FDI), como é chamado o Exército do país.

Segundo a agência estatal do Irã, os mísseis ultrapassaram o Domo de Ferro, como é conhecido o “escudo” antimíssil de Israel.

O serviço nacional de emergência médica israelense informou que uma menina de 10 anos ficou gravemente ferida, no deserto de Negev, por estilhaços de um artefato para interceptar drones. Um centro militar também foi atingido, mas sem grandes prejuízos.

Veja, abaixo, detalhes dos instrumentos de defesa de Israel:

Veja como funciona o Seta 2, mais um sistema de defesa de Israel

Veja como funciona o Seta 2, mais um sistema de defesa de Israel

Desenvolvido com os EUA e projetado para interceptar mísseis de longo alcance, incluindo os tipos de mísseis balísticos que o Irã disse ter lançado no sábado, o sistema The Arrow (A Seta ou A Flecha, em português), tem sido usada para interceptar mísseis de longo alcance lançados por militantes Houthi, no Iémen.

De acordo com o Ministério da Defesa de Israel, o equipamento é composto por duas frentes:

  • Seta-2 (Arrow-2, em inglês) – que intercepta mísseis de médio a longo alcance
  • Seta-3 (Arrow-3, em inglês) – que intercepta mísseis de longo alcance

“Esse é um dos sistemas de defesa aérea e antimísseis mais avançados do mundo para a interceptação de mísseis balísticos”, afirmou o Ministério da Defesa.

Domo de Ferro (Iron Dome)

Entenda como funciona o

Entenda como funciona o “domo de ferro” de Israel

Este sistema, desenvolvido por Israel com o apoio dos EUA, é usado para abater foguetes de curto alcance. O equipamento interceptou milhares de foguetes desde que foi ativado no início da década passada – incluindo os lançados durante o conflito com o Hamas. Israel afirmou que o equipamento tem uma taxa de sucesso superior a 90%.

Quando um ataque é identificado, a tecnologia calcula a trajetória do foguete inimigo e verifica se uma área urbana será bombardeada. O sistema, então, lança um míssil interceptor que explode o artefato inimigo ainda no ar.

E, diferente do David’s Sling, a ferramenta é móvel, podendo funcionar e ser instalada em qualquer lugar do país. Além disso, as baterias com os mísseis interceptores podem ser instaladas em veículos militares.

Em entrevista à Globonews neste domingo (14), o professor do Instituto de estudos estratégicos da UFF, Vitelio Brustoli, explicou que o Domo de Ferro é utilizado “apenas contra foguetes e também poderia ser usado contra drones”.

Estilingue de David (David’s Sling)

Veja como funciona

Veja como funciona “David’s Sling”, um dos sistemas de defesa de Israel

Desenvolvido com os EUA, o David’s Sling (Estilingue de David, em português) é usado para interceptar mísseis de médio alcance, como os do Hezbollah. Ao ser anunciado, em 2017, a FDI informou que o equipamento iria fornecer apoio à Seta e ao Domo de Ferro.

O equipamento fica estacionado em alguma região do país, sendo acionado para disparar um míssil que visa atacar equipamentos de inimigos de curto alcance.

“O sistema de defesa David’s Sling fortalecerá os esforços de defesa de Israel com sua capacidade de interceptar mísseis de alta qualidade. Tenho certeza de que todos os nossos sistemas de defesa aérea juntos fortalecerão nossa eficácia”, disse a FDI, em nota.

Viga de Ferro (Iron Beam)

Exército de Israel usa

Exército de Israel usa “Viga de Ferro”, equipamento de defesa do país

Israel está desenvolvendo um novo sistema para interceptar ameaças: um laser e um GPS. A tecnologia foi projetada para que nuvens mais densas, por exemplo, não impactem o trajeto do equipamento.

Ou seja, o laser atravessará a nuvem. Ao mesmo tempo que, caso perca sinal com a base de Israel, o GPS ainda garantirá que o equipamento chegará no destino. As Forças de Defesa de Israel afirmaram que a criação de uma ferramenta tão avançada foi muito complexa e levou quase 10 anos para ser desenvolvida e operacionalizada.

Israel também informou que o sistema será um divisor de águas porque é muito mais barato para operar do que os sistemas já existentes.

Em nota, a FDI disse ainda que o sistema permite que as tropas atinjam células e veículos terroristas com precisão cirúrgica. “O que pode minimizar os dados àqueles que não estão envolvidos nos conflitos, como os civis”.

O equipamento é usado para alvos terrestres imóveis com localização conhecida. Ou seja, postos de lançamento de foguetes, células terroristas, veículos blindados, etc.

Veja lançamento teste do equipamento

Veja lançamento teste do equipamento “Patriota”, realizado em novembro de 2012

A arma, fabricada pelos Estados Unidos, é o equipamento mais antigo do sistema de defesa antimísseis de Israel. O equipamento foi utilizado, por exemplo, durante a Guerra do Golfo, em 1991, para interceptar mísseis Scud, disparados pelo então líder do Iraque, Saddam Hussein.

O sistema agora é usado para abater aeronaves, incluindo drones, a uma distância de 160 km. Quando uma aeronave inimiga ameaça a segurança de Israel, a Força Aérea do país decide como reagir e qual sistema de defesa usar. Se optar pelo Patriota, um grupo militar chamado “Sheinav” assume o controle da operação e ativa o equipamento.

“Embora o sistema Patriot seja um sistema tecnologicamente avançado, ele não pode funcionar sem os seus soldados”, informou a FDI, em nota. “É necessário um ser humano para ativar o sistema, por mais inteligente que seja.”




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

caso-da-atriz-porno:-entenda-por-que-trump-e-reu-e-pode-ate-ir-para-a-cadeia;-julgamento-comeca-nesta-segunda

G1 Mundo

Caso da atriz pornô: entenda por que Trump é réu e pode até ir para a cadeia; julgamento começa nesta segunda

Ele é acusado por esconder contabilmente os pagamentos que fez à atriz pornô Stormy Daniels, algo que teria acontecido em 2016, quando venceu as eleições presidenciais. No total, são 34 acusações, cada uma delas punível com até 4 anos de prisão (veja mais abaixo perguntas e respostas sobre o caso). Ele é o único pré-candidato do Partido Republicano nas eleições presidenciais e disputará com Joe Biden, atual presidente dos EUA, […]

today15 de abril de 2024 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%