G1 Santos

Irmãos que não se viam há 45 anos se reencontram após post na web; VÍDEO

today3 de janeiro de 2023 12

Fundo
share close

O reencontro aconteceu com muita comoção e, segundo uma das filhas de Jair, Tereza Franco, de 42 anos, o pai ficou muito emocionado quando viu o irmão. “Até ficamos preocupadas com ele, porque ele chorou e tremia bastante”. Ilza Aparecida Franco, de 29, que também é filha de Jair, confessou que esta foi a primeira vez que ela viu o pai chorar.

Os irmãos Arlindo [de camiseta azul e bermuda] e Jair [de camisa laranja] não se viam há 45 anos — Foto: Reprodução/Arquivo pessoal



“Não sei nem descrever, mas foi muito emocionante. Fiquei muito feliz”, afirmou Tereza. “Foi muita alegria ter encontrado o tio”, acrescentou Ilza.

Segundo as sobrinhas de Arlindo, elas cresceram ouvindo falar do tio. Jair sempre comentava do irmão, dizia que sentia saudades, mas não sabia como procurá-lo, conforme relatado por Tereza e Ilza. Jair não tinha notícias de Arlindo desde que ele se casou, aos 19 anos, e se mudou.

Tereza [de vermelho] e Ilza [de preto] se emocionaram ao ver o reencontro do pai e do tio — Foto: Arquivo pessoal

“Não temos muitas informações sobre a família deles. Sei que eles foram criados só pelo meu avô, pois a minha avó faleceu quando meu tio [Arlindo] tinha um ano. Conhecemos só uma tia, que mora em Sete Barras. Os outros irmãos deles já são falecidos”, contou Tereza.

De acordo com a coordenadora do Centro de Referência de Assistência Social (Creas) de Apiaí, Débora Ferraz, uma funcionária de uma empresa de ônibus entrou em contato com o Creas dizendo que havia um senhor sentado na rodoviária sozinho, e perguntou se o órgão poderia atende-lo.

Família de Jair se reuniu para conhecer Arlindo, que só conheciam de ouvir falar — Foto: Arquivo pessoal

“Fui até lá e o Arlindo disse que queria ir para Adrianópolis, pois teria um irmão que mora lá. Coloquei ele em um hotel e, no dia seguinte, fizemos a higiene dele, demos almoço e colocamos ele dentro de um ônibus com destino à cidade do Paraná”, lembrou Débora.

A coordenadora do Creas afirmou que o idoso estava com um pouco de dinheiro, dormiu em um hotel, mas quando a quantia terminou, ele foi dormir em uma praça, onde foi abordado por agentes sociais de Adrianópolis. Porém, conforme descrito por Débora, depois de uma semana, a prefeitura de Adrianópolis levou Arlindo de volta a Apiaí.

Em contato com o secretário de assistência social de Adrianópolis, Aldeci Godoi, ele confirmou ter atendido Arlindo e que o encaminhou de volta para Apiaí, a pedido do próprio idoso. “No dia 26 [segunda-feira] a noite, o prefeito me comunicou que havia um senhor na praça, e eu fui até ele [Arlindo] para conversar”.

Segundo Godoi, Arlindo afirmou que havia chegado na cidade há quatro dias, tinha pago três diárias em uma pousada, mas não tinha mais dinheiro. O idoso também havia dito que estava ali para procurar os irmãos. “Conversei com ele, e como ele não tinha informações sobre os familiares, ele decidiu voltar para Apiaí. Levei ele para uma pousada e, no dia seguinte, fui buscá-lo, e o levei ao Creas de Apiaí”.

Débora contou que realizou um novo atendimento, oferecendo serviços de higiene pessoal e um lugar para Arlindo dormir. No dia seguinte, segundo a coordenadora, ligaram de Adrianópolis afirmando que tinham localizado a família dele.

Os familiares de Arlindo foram localizados, pois, segundo Godoi, uma moradora de Adrianópolis havia compartilhado a foto do idoso em uma rede social e diversas pessoas compartilharam, até chegar na família dele.

Irmãos que não se viam há 45 anos se reencontram após post na web — Foto: Reprodução

“O irmão do senhor Arlindo chegou com as filhas no Cras [Centro de Referência de Assistência Social] de Adrianópolis. Conversei com eles e imediatamente liguei para o Creas de Apiaí. A Débora e a Bruna Andrade [assistente social] entraram em contato com voluntários, que levaram o Arlindo até a rodoviária de Apiaí. Eu estava na rodoviária para apanha-lo”, narrou o secretário.

Tereza confirmou ao g1 que foi por meio de uma publicação nas redes sociais que viu a foto dos documentos pessoais do tio, e os familiares identificaram que ele se tratava do irmão que o pai dela tanto falou durante anos. “Agora todos nós vamos nos dedicar a cuidar dele”.

Voluntários buscaram Arlindo para leva-lo até a rodoviária Apiaí — Foto: Arquivo pessoal

Ilza ressaltou que foi uma ‘correria’ para encontrar o tio, porém, segundo ela, foi um momento muito emocionante. Agora, após o reencontro, Ilza afirmou que Arlindo vai morar com o irmão e a cunhada dele.

Quem também confessou ter ficado emocionado em ter ajudado a promover o reencontro entre Jair e Arlindo foi o secretário de Adrianópolis. “Não deu para conter as lágrimas. Essa missão foi um presente para mim. Não há palavras para descrever a emoção que senti quando vi os dois se abraçando”, finalizou Godoi. Já Débora, completou dizendo que “Poder ajudar alguém é muito bom. Não é só pelo salário, pois para trabalhar no serviço social você precisa amar as pessoas, ir além da sua obrigação”.

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

a-historia-de-amor-entre-monge-e-freira-que-acabou-em-casamento

G1 Mundo

A história de amor entre monge e freira que acabou em casamento

A prioresa da ordem a levara para conhecer o frade Robert, que vinha de um priorado em Oxford, para ver se ele queria comer alguma coisa. Mas a superiora da irmã Mary Elizabeth foi chamada para atender a uma ligação, então os dois ficaram sozinhos. "Foi a nossa primeira vez em uma sala juntos. Sentamos à mesa enquanto ele comia, e a prioresa não voltou, então tive que deixá-lo sair." […]

today3 de janeiro de 2023 11

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%