G1 Mundo

Israel e Hezbollah trocam fogo na fronteira do Líbano; guerra na Faixa de Gaza pode transbordar para a região

today7 de janeiro de 2024 1

Fundo
share close

Na terça-feira, Saleh Arouri, líder de outro grupo islâmico, o terrorista Hamas, foi morto na cidade de Beirute, no Líbano. Apesar de Israel não ter reivindicado o ataque, o Hamas e o Hezbollah atribuíram a morte às Forças Armadas de Israel.

Na sexta-feira, um líder do Hezbollah afirmou que o grupo iria atacar Israel em retaliação contra a morte do dirigente do Hamas.

Neste sábado, ao atacar o território israelense, o Hezbollah afirmou que essa é a primeira de uma série de disparos.



Sayyed Hassan Nasrallah, o líder do Hezbollah, afirmou que se eles não revidassem, o território libanês ficaria vulnerável. A mensagem foi interpretada como um discurso para os próprios libaneses para que eles entendam por que o Hezbollah atacou neste sábado.

De acordo com o grupo, foram 62 foguetes disparados contra o território de Israel.

As Forças Armadas de Israel revidaram e atingiram uma vila a cerca de 40 quilômetros da fronteira entre os dois países (leia mais abaixo).

Foto divulgada pelo Hezbollah mostra momento do encontro entre o líder do partido, Sayyed Hassan Nasrallah, com os líderes da Jihad Islâmica, Ziad al-Nakhleh, e do Hamas, Saleh al-Arouri, em Beirute, no Líbano — Foto: Hezbollah Media Relations Office, via AP

Agressões dentro da Faixa de Gaza

Dentro da Faixa de Gaza, as batalhas também continuaram, especificamente perto da cidade de Khan Younis, no sul do enclave, onde o Exército israelenses afirmou ter matado três membros do grupo palestino Hamas, que governa a região densamente povoada.

O secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, e o mais alto diplomata da UE, Josep Borrell, estavam na região em missões separadas para tentar impedir o transbordamento da guerra na Faixa de Gaza — que já dura três meses — para o Líbano, a Cisjordânia ocupada e as linhas marítimas do Mar Vermelho.

Outros grupos atacaram Israel

O grupo islâmico libanês Jama’a Islamiya disse ter atirado duas rajadas de foguetes neste sábado contra Kiryat Shmona, no norte de Israel. Trata-se da terceira operação reivindicada pelo grupo militante sunita desde 7 de outubro.

Os militares israelenses disseram ter respondido com um ataque com drone contra “a célula terrorista responsável pelos lançamentos”.

Caças e tropas israelenses também atingiram alvos do Hezbollah em Ayta ash Shab, Yaroun e Ramyeh, no sul do Líbano, de acordo com o setor militar, atingindo um posto de lançamento, instalações militares e “infraestrutura terrorista”.

Ataques terroristas do dia 7 de outubro

A operação israelense em Gaza teve início após militantes do Hamas atacarem Israel no dia 7 de outubro, matando 1.200 pessoas e tomando 240 reféns, de acordo com autoridades israelenses. A reação já matou 22.722 pessoas, de acordo com autoridades palestinas.

A agência de notícias oficial palestina WAFA informou neste sábado que 18 palestinos morreram em um ataque de Israel contra uma casa em Khan Younis.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

video:-apos-prejuizos-com-9-enchentes,-engenheiro-cria-barreira-elevada-e-salva-casa-de-inundacao-no-reino-unido

G1 Mundo

VÍDEO: após prejuízos com 9 enchentes, engenheiro cria barreira elevada e salva casa de inundação no Reino Unido

O engenheiro apostado mora perto de um rio, e há cheias com frequência. O muro que ele construiu ao redor de sua propriedade já o salvou da enchente duas vezes. Após prejuízos com 9 enchentes, homem cria barreira elevada e salva casa de cheias A cidade de Worcester, no interior da Inglaterra, é atingida por cheias do rio Severn, que atravessa o município, com frequência. A água toma as ruas […]

today7 de janeiro de 2024 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%