G1 Mundo

Israel ordena nova evacuação em Rafah; forças israelenses se preparam para expandir operações na Faixa de Gaza

today11 de maio de 2024 10

Fundo
share close

Israel afirma que pretende se deslocar para uma área no norte de Gaza onde o Hamas se reagrupou.

Os combates aumentaram nos últimos dias, com confrontos intensos entre tropas israelitas e forças palestinas nos arredores de Rafah. As disputas deixaram inacessíveis passagens importantes de ajuda humanitária e já forçaram mais de 110 mil pessoas a fugirem para norte.

A entrada de Israel em Rafah tem sido, até o momento, menor do que a invasão em grande escala que havia sido planejada.



A Organização das Nações Unidas (ONU) e outras agências alertam há semanas que um ataque israelita a Rafah, que faz fronteira com o Egito, perto dos principais pontos de entrada de ajuda, paralisaria as operações humanitárias e causaria um aumento desastroso no número de vítimas civis.

Mais de 1,4 milhão de palestinos – metade da população de Gaza – se refugia em Rafah, a maioria depois de fugir das ofensivas de Israel em outros locais.

Infográfico mostra limites entre Faixa de Gaza, Rafah, Israel e Egito. — Foto: Editoria de arte/g1

O porta-voz do Exército, Avichay Adraee, disse aos palestinos nas cidades de Jabaliya e Beit Lahiya e nas áreas vizinhas para deixarem suas casas e se dirigirem para abrigos no oeste da Cidade de Gaza. Ele alertou que as pessoas estavam em “uma zona de combate perigosa” e que Israel iria atacar com “grande força”.

Estão em curso intensos combates no norte de Gaza, onde o Hamas parece ter se reagrupado mais uma vez em uma área onde Israel já realizou ataques.

As disputas desta semana se iniciaram na área de Zeitoun, nos arredores da Cidade de Gaza, na parte norte do território. O Norte de Gaza foi o primeiro alvo da ofensiva terrestre. Israel disse no final do ano passado que desmantelou principalmente o Hamas na área.

Pelo menos 19 pessoas, incluindo oito mulheres e oito crianças, foram mortas durante a noite no centro de Gaza em três ataques diferentes que atingiram as cidades de Zawaida, Maghazi e Deir al Balah, de acordo com o Hospital dos Mártires Al Aqsa em Deir al Balah e um jornalista da Associated Press.

Os bombardeios e ofensivas terrestres de Israel em Gaza mataram mais de 34.800 palestinos, a maioria mulheres e crianças, segundo o Ministério da Saúde de Gaza. Grande parte de Gaza foi destruída e cerca de 80% da população de foi expulsa de suas casas.

Israel avança na cidade de Rafah, em Gaza

Israel avança na cidade de Rafah, em Gaza




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

hamas-diz-que-negociacoes-por-cessar-fogo-em-gaza-voltaram-a-estaca-zero

G1 Mundo

Hamas diz que negociações por cessar-fogo em Gaza voltaram à estaca zero

O Hamas afirmou em um comunicado que realizará consultas com outras facções palestinas para revisar sua estratégia em negociações para paralisar a guerra de sete meses, desencadeada pelo seu ataque contra Israel em 7 de outubro.  A ONU havia alertado horas antes que o auxílio humanitário para Gaza poderia acabar sendo interrompido em alguns dias, após Israel tomar o controle nesta semana da passagem de Rafah entre Gaza e Egito, […]

today11 de maio de 2024 1

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%