G1 Mundo

Israel x Hamas: EUA dizem que nove cidadãos do país morreram no conflito

today9 de outubro de 2023 15

Fundo
share close

Segundo o Conselho de Segurança Nacional, os nove eram civis que estavam em território israelense.

No domingo (8), autoridades dos EUA disseram a deputados do Congresso que pelo menos quatro americanos estavam entre os mortos.

Mas Washington informou também que ainda tenta identificar e verificar cidadãos de seu país no conflito. Israel afirmou que dezenas de cidadãos norte-americanos estão atualmente feitos reféns em Gaza.



Também nesta segunda, a rede britânica BBC afirmou que dez cidadãos do Reino Unido estão mortos e desaparecidos, com base em uma fonte do governo do país.

Israel responde a ataques terroristas do Hamas e bombardeia a Faixa de Gaza

Israel responde a ataques terroristas do Hamas e bombardeia a Faixa de Gaza

Em uma ação inesperada, o Hamas, grupo extremista que controla a Faixa de Gaza, atacou em Israel em diversas frentes no sábado (7). Em um ataque terrorista por terra, por mar e pelo ar, integrantes do grupo mataram e sequestraram civis e soldados israelenses.

Em reação, Israel declarou guerra e bombardeou Gaza. Nesta segunda, bloqueou ainda o acesso a água, comida e luz na região. Ao todo, cerca de 1.200 pessoas morreram desde o início do conflito, segundo autoridades dos dois lados.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

israel-x-hamas:-brasil-condenou-ataques-a-civis-e-pediu-‘maxima-contencao’-no-conselho-de-seguranca-da-onu,-diz-governo

G1 Mundo

Israel x Hamas: Brasil condenou ataques a civis e pediu ‘máxima contenção’ no Conselho de Segurança da ONU, diz governo

A reunião emergencial do conselho foi feita a portas fechadas e sem entrevista posterior. O encontro em Nova York foi convocado na véspera pelo Brasil – membro rotativo do Conselho de Segurança e presidente do colegiado durante o mês de outubro. "Ao lamentar profundamente a perda de vidas, o Brasil condenou os ataques contra civis. Sublinhou que as partes devem se abster da violência contra civis e cumprir suas obrigações […]

today9 de outubro de 2023 14

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%