G1 Mundo

Israelenses e palestinos vivem drama da perda de parentes em meio à guerra

today9 de outubro de 2023 11

Fundo
share close

Yoni Asher, um homem israelense, viu um vídeo nas redes sociais onde identificou a esposa, as duas filhas e a sogra sendo levados por rebeldes do Hamas. E sem informações, ele publicou também nas redes um apelo pela saúde e segurança da sua família.

‘Eu quero pedir ao Hamas: não as machuquem. Não machuquem crianças, não machuquem mulheres. Se quiserem, estou disposto a ir no lugar delas”, pediu o homem.

O israelense Yoni Asher pede para ser trocado pela sua família, sequestrada pelo Hamas — Foto: Reprodução/GloboNews



Uma mulher palestina, Sabreen Abu Daqqa, contou que sofreu um ataque aéreo quando estava em casa e viu tudo desabar sobre ela e os familiares – -muitos deles morreram.

“Eu estava em casa quando de repente ouvi um barulho e tudo desabou sobre nossas cabeças”, relatou Sabreen, que perdeu três familiares e uma outra pessoa está desaparecida.

“Quando me retiraram dos escombros, vi tudo destruído, as casas destruídas. E depois fui levada ao hospital e vi muitos mortos”, contou.

Sabreen Abu Daqqa perdeu ao menos três familiares após ataque aéreo que caiu sobre a sua casa — Foto: Reprodução/GloboNews

Outra mulher, Ricarda Louk, relatou que teve a filha sequestrada por rebeldes extremistas do Hamas. E que só soube disso ao receber um vídeo também publicado nas redes sociais onde viu a filha sendo levada inconsciente.

“Nesta manhã a minha filha Shani Nicole Louk, que é cidadã alemã, foi sequestrada com um grupo de turistas no Sul de Israel pelo Hamas. Recebemos um vídeo no qual reconheci imediatamente a minha filha inconsciente em um carro com palestinos que foi em direção à faixa de Gaza”, contou. “Pedimos que quem tenha qualquer informação ou ajuda, por favor, mande para nós”.

Ricarda Louk tenta encontrar a filha, Shani, vista inconsciente em um grupo sequestrado pelo Hamas — Foto: Reprodução/GloboNews

Mais de 1.200 pessoas morreram no confronto até então. Cerca de 123 mil pessoas foram internamente deslocadas dentro da Faixa de Gaza, de acordo com levantamento da Organização das Nações Unidas (ONU). A agência da ONU afirmou ainda que existem relatos de escassez de alimentos na região.

A Faixa de Gaza é um território controlado pelo Hamas, que jurou destruir Israel e travou várias guerras com o país desde que assumiu o poder em Gaza em 2007. O local é um território situado entre Israel, Egito e o Mar Mediterrâneo e abriga cerca de 2,3 milhões de pessoas — uma das maiores densidades populacionais do mundo.

A Faixa tem comprimento de 41 km e 10 km de largura. Já o espaço aéreo de Gaza e sua costa marítima são controlados por Israel. Os israelenses também restringem quais mercadorias e quem pode entrar e sair da região. O Egito, por sua vez, controla quem atravessa a fronteira.

De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), cerca de e 80% da população de Gaza depende de ajuda internacional e 1 milhão de pessoas contam com ajuda alimentar diária.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

video:-predio-inteiro-desaba-em-gaza-apos-contra-ataque-de-israel

G1 Mundo

VÍDEO: prédio inteiro desaba em Gaza após contra-ataque de Israel

De acordo com a Força Aérea de Israel, apartamentos do edifício eram usados por integrantes do Hamas. No sábado (7), o Hamas lançou foguetes contra cidades israelenses a partir da Faixa de Gaza, enquanto homens armados invadiam o território israelita por terra, ar e mar. Em seguida, os israelenses revidaram e declararam estado de guerra. Cerca de 123 mil pessoas foram internamente deslocadas dentro da Faixa de Gaza, de acordo […]

today9 de outubro de 2023 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%